RSS Feed

Category Archives: Me-Opina

Opiniões Sobre diversos assuntos e campanhas!

Dia mundial no Combate a Violência Infantil

exploracao_sexual

A violência infantil não é mais um tabu, não é mais uma historinha para assustar criancinhas e sim realidade, daquelas que você, infelizmente vê como uma das noticias no jornal (seja televisivo ou impresso).

Aqui estamos sempre abertos a falar sobre sexo, sobre fetiches, parafilias, mas se há algo que abomino (tirando zoofilia que também abomino) é a pedofilia.

Como alguém em sã consciência pode usar e abusar de uma criança, seja pai, padrasto ou mãe. Pior mãe conivente com medo de denunciar e perder o traste to marido. Se você sabe de algo, não se cale, não roube vidas, denuncie, ligue para o disk denuncia 100 e não tenha medo, ao se calar você se torna cúmplice.Cartaz

Vamos combater esta praga, esteja nas casas, nos cleros ou nas ruas, não se cale, grite!

Freak Butterfly

Pedofilia: você é contra ou a favor do aborto?

985211

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nos últimos dias os jornais têm dado ênfase a questão do aborto, desde que foi anunciado o aborto legal de uma menina de nove anos de idade grávida de gêmeos, no quarto mês de gestação. O motivo? Abuso sexual. O acusado? Padrasto.

Cada dia se tem conhecimento de novos casos de crianças abusadas dentro de casa, muitas vezes chegando a ter o conhecimento da mãe, que por medo de perder o “amor” do marido, acaba se silenciando. Até então o lugar que era para ser um porto-seguro se transformou em um ninho de pesadelos.

Por medo, por repressão, por serem ameaçadas, as crianças não irão contar que foram molestadas, então devemos ter todo o cuidado e prestar atenção em comportamentos estranhos, vejamos alguns exemplos a seguir:

1.Interesse excessivo ou evitação de natureza sexual;

2.Problemas com o sono ou pesadelos;

3.Depressão ou isolamento de seus amigos e da família;

4.Achar que têm o corpo sujo ou contaminado;

5.Ter medo de que haja algo de mal com seus genitais;

6.Negar-se a ir à escola,

7.Rebeldia e Delinqüência;

8.Agressividade excessiva;

9.Comportamento suicida;

10. Terror e medo de algumas pessoas ou alguns lugares;

11. Retirar-se ou não querer participar de esportes;

12. Respostas ilógicas (para-respostas) quando perguntamos sobre alguma ferida em seus genitais;

13. Temor irracional diante do exame físico;

14. Mudanças súbitas de conduta.*

 

Fiquem atentos às crianças ao seu redor, muitos imaginam que tal situação nunca irá ocorrer com nossos filhos ou parentes e s sentem despreparados ao que fazer em relação à criança quando a noticia vem à tona. Vejamos algumas sugestões (American Academy of Child and Adolescent Psychiatry):

1.Incentivar a criança a falar livremente o que se passou, sem externar comentários de juízo.

2.Demonstrar que estamos compreendendo a angústia da criança e levando muito a sério o que esta dizendo. As crianças e adolescentes que encontram quem os escuta com atenção e compreensão, reagem melhor do que aquelas que não encontram esse tipo de apoio.

3.Assegurar à criança que fez muito bem em contar o ocorrido pois, se ela tiver uma relação muito próxima com quem a abusa, normalmente se sentirá culpada por revelar o segredo ou com muito medo de que sua família a castigue por divulgar o fato.

4.Dizer enfaticamente à criança que ela não tem culpa pelo abuso sexual. A maioria das crianças vítimas de abuso pensa que elas foram à causa do ocorrido ou podem imaginar que isso é um castigo por alguma coisa má que tenham feito.

Se neste caso ocorre uma gravidez, a lei esta ao lado da criança, já que muitas vezes a mesma não tem capacidades físicas ou mentais para gerar um feto. Porém, a igreja condena tal ação, descomungando todos que participam do ato, menos o agressor, pois o mesmo não tirou a vida do feto. Isto parece mais com a idade média. Como podemos aceitar que a família da criança, os médicos e outros envolvidos sejam culpados perante a igreja e o agressor, que prejudicou a vida de uma criança, mudando sua psique para sempre, pois é de conhecimento publico que muitos agredidos não conseguem se recuperar totalmente do trauma, ser livre disto?

É um absurdo o vaticano apoiar isto. Vejamos outro caso, de uma menina de onze anos estuprada pelo próprio pai. Ela esta para ter o bebê e o pai esta livre, quando deveria estar atrás das grades.

Então fica aberta uma outra pergunta: os padres pedófilos também são descomungados? Você viu isso na mídia?

As leis sejam elas civis ou da igreja estão repletas de falhas.

O aborto deve ser uma opção da mulher. Em caso de estupro, seja infantil ou adulto, elas deveriam escolher se desejam ou não gerar o feto.

Não posso aceitar abortos realisados por motivos de imprudência e descuido. Mas todos têm o livre arbítrio e não podemos sair julgando. Cabe a nós termos consciência e cuidar de nossas famílias que infelizmente não estão seguras nem dentro de nossas casas.

Se você é vitima, ou sabe de algo, não se cale, denuncie, não transforme seu ente querido em mais uma “Vitima do Silencio”.

 

Freak Butterlfy (Poliana S. Zanini)

 

 

·         Fonte: http://www.virtualpsy.org/infantil/abuso.html

·         Disk denuncia: 0800-990500

 

 

 

 

Tatuagem, por um grito de liberdade!

Foi-se o tempo que tatuagem representava delinqüência. Hoje ela carrega vários significados e também um grito pela liberdade de expressão artística corporal.

Neste final de semana a cidade de São Paulo será palco para um dos eventos mais esperados do ano por tatuadores, a Convenção Internacional de Tatuagem (Leds), que durante 12 anos luta pelos direitos dos tatuadores e piercer, para que possam mostrar seu trabalho e vários outros tipos de artes que se conectam nesta cultural pós-moderna.

Este ano, cerca de 140 expositores estarão presentes no Espaço das Américas das 12 às 22 horas nos dias 17, 18 e 19. Há um outro artigo, mais antigo com detalhes deste mega encontro de profissionais e amantes da arte.

Mas o que realmente quero dizer aqui é, o preconceito ainda é muito presente entre os tatuados e não-tatuados.

A liberdade de escolha é nossa, mas não impede que outras pessoas tenham pensamentos errados sobre nós.

Há muito tempo tatuagem era sinônimos de delinqüência e rebeldia, presidiários, gangues e mafiosos usavam da tatuagem para se identificar.

Porém há uma grande diferença nisso tudo, as tatuagens de hoje são artísticas, são simbólicas, e muitas vezes uma homenagem a alguém que amamos como nossos pais e família.

Hoje podemos ver em programas como Miami Ink, Los Angeles Ink, Inked e em poucos dias Rio de Janeiro Ink, o porquê da tatuagem, o que leva as pessoas a fazer algo que não sai da pele, bem, até sai, mas o preço a se pagar pela retirada chega a ser o triplo da paga por fazer, então tatuagem também requer uma analise profunda de: “porque quero este desenho?”, “o que ele significa para mim?”, ´”é isto mesmo o que eu quero?”, “e quando eu envelhecer?”. Há uma serie de perguntas a ser feitas, devemos pensar e repensar para não se arrepender. Se você tem certeza, vá fundo.

O maior preconceito hoje com tatuagens é na questão trabalho!

As pequeninas e delicadas até passam desapercebido, mas tatuagens grandes e chamativas fazem com que muitos de nós sejam repelidos da vaga de um emprego por ser-mos pré-julgados.

Tatuagem não muda caráter muito menos faz uma pessoa incapaz para cumprir seus deveres.

Vejamos alguns depoimentos de pessoas com e sem tatuagem, foi feita a seguinte pergunta para ambos os tipos, “O que significa tatuagem para você?”:

· Uma marca definitiva para alguém que muda constantemente como eu, é complicado, então, tattoos são uma forma de expressão. Algumas tem expressões que eu concordo, outras tem expressões que eu não concordo, mas não se pode julgar alguém pela sua comunicação ou por sua arte.” (Guetoblaster, 43, Never Land, Fotógrafo, não tatuado)

· Criatividade, arte e o fato de sempre querer ser diferente!” (Enka, 24 anos, Guarulhos, balconista de farmácia, tatuado)

· “Bom pra mim e forma de expressão, vontade, liberdade, para nos mulheres sensualidade para com os homens, tattoo e modo de vida faça o q te der na telha, isso sim, arte de imaginação. Uma arte como qualquer outra (mesmo sendo vista pela sociedade modo de rebelde), mas estamos aqui pra mostra que não e nada disso, tatuagem piercing e arte como todas as outras e isso que basta.” (Samantha Freitas, 21 anos , Curitiba, estudante de direito e body piercer, tatuada)

· É a representação gráfica do sentimento registrado na pele do individuo a partir daquele momento.” (Alez Porn Graff, no mundo desde 74, Rio de Janeiro, desenhista gráfico, não tatuado)

· Pra mim é uma forma de exteriorizar um pensamento ou fase, uma convicção, no meu caso eu tatuei um pássaro, pois queria justamente ter asas, alçar vôo e amplificar minha vida, ter um lembrete disso no meu corpo q pode ser visto todos os dias me ajuda a lembrar quem sou eu e o que preciso. Pra mim a tattoo serviu como processo de auto-cura, subconsciente, quando decidi q precisava aprender a voar sozinho, e usei a tattoo também como rito de passagem de fase quando terminei um relacionamento no fundo, é tudo ritualístico. Pretendo fazer mais pássaros quando eu achar que mereci tê-los e tiver conquistado o suficiente pra isso, tipo tattoo como uma recompensa.” (Augusto M. Fly, 25 anos, São Paulo, Designer, tatuado)

· “Geralmente para um tatuador representa trabalho, mas é a arte que me identifico entre todas, pois é algo que levamos para todo lugar, obvio, e pela característica do desenho é que você enxerga a personalidade de um individuo, infelizmente vivo em um lugar onde tattoo não é encarada como arte no geral e sim por questão de vaidade talvez.” (Jommar, 39, Porto velho, Tatuador e tatuado)

· Tatuagem e antes de tudo uma forma de expressão corporal. Uma forma de mostrar seus pensamentos desenhados na sua pele. Uma resultante da cultura que impacta na vida da pessoa. por muitos anos foi vista como um sinal para identificar pessoas criminosas, ou simplesmente que não eram “do bem”, mas o mundo mudou, e hoje é visto como arte. é amplamente aceito pela sociedade. na minha visão, eu acho bonito e respeito. jamais faria uma. mas isso tem a ver com a minha visão de mim mesmo, mas não vejo nada de errado no corpo de alguém. pelo contrário, acho corajoso quem usa seu corpo como painel de amostra dos seus pensamentos e topa pagar esse preço com a dor. acredito que cada vez mais será normal e isso em breve não será nem notado da forma como era no passado, isso é uma bela maneira de ver que o mundo mudou.” (Douglas Fernandes, 36 anos, São Paulo, Publicitário e não tatuado)

Então galera, antes de julgar, vamos respeitar, este preconceito tem de acabar.

Se você quer saber mais, veja os seguintes links:

http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=8493594

http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=5406726

http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=25274838

http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=11900348

http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=1572632

http://www.orkut.com.br/Main#Profile.aspx?uid=280085215652731694

http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=65596241

http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=15713456 (Frrrk Guys)

http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=34651416 (Frrrk Girls)

Bem, espero que se sintam informados, e o preconceito com pessoas tatuadas é discriminação, pode dar cadeia e multa.

Freak Butterfly.

*Foto da comunidade “Tatuagem não muda caráter”

Eu tenho Celulite – Liberte-se!

O Freak Butterfly apóia a campanha feita pela revista NOVA do mês de aniversário: Eu tenho celulite – Uma campanha de NOVA pela auto-estima feminina.

Então vamos lá: “Em nome das mulheres que ainda não têm coragem de usar calça branca, que escondem o corpo na penumbra, que deixam de ir à praia… NOVA declara: chega de preconceito! Basta de transar no escuro! Fim da ditadurada canga! Afinal, eu tenho, tu tens, ela tem. Nós temos, vós tendes, elas têm. Algumas não têm — mas ainda vão ter. Epidemia? Síndrome? Maldição? De jeito nenhum. A celulite não deixa de ser uma tradução da essência feminina. Sim, porque o estrógeno, hormônio responsável pelo nosso corpo desenhado, cheio de curvas, com aquele contorno tão sensual pelo qual os homens perdem a cabeça, também é um dos principais causadores dessa acompanhante, que pega em 95% das pernas e dos bumbuns, segundo a dermatologista Denise Steiner — só que as outras 5% estão para nascer, não é? Ou seja, faz parte do pacote MULHER ser dona de uma estrutura física que se parece com uma estrada “sexnuosa” — com sobes e desces, montes e vales — e também ter predisposição a esse, digamos, efeito colateral. Agora, falando sinceramente, você abriria mão de ser “abençoada por Deus e bonita por natureza” só porque tem (ou corre o risco de ter) uns furinhos? “Eles deveriam ser uma licença poética do sexo feminino”, nos disse a atriz Ingrid Guimarães, com o que concordamos em gênero, número e grau.”

Para mais matérias sobre o assunto, veja o link da NOVA: http://nova.abril.com.br/edicoes/420/beleza/campanha-celulite.shtml?pagina1

Esta revista sem dúvida é a bíblia feminina (não feminista, que fique claro).

Liberte-se você também e diga: EU TENHO CELULITE!

Porque como diz um texto do Arnaldo Jabour: “Todo avião tem pneus.”

Freak Butterfly.

*Fonte: Site da revista NOVA.

Homofobia: Casamento

O preconceito é algo que, por mais que as pessoas queiram mostrar que são modernas, está presente em todo e qualquer lugar. Lembremos que o preconceito homofôbico é crime.

Depois de muita luta e resistência, muitos paises legalizaram o casamento entre pessoas do mesmo sexo. No fim dos anos 90 inicio dos anos 2000, o tema foi motivo de debates e discussões por todo o mundo, em 2001, os paises baixos entraram na era moderna legalizando este tipo de união. Logo depois, paises como a Bélgica, África da sul, Canadá e nos estados de Massachusetts e Iowa, dois dos 50 estados americanos (que durou 24 horas entre os dias 30 e 31 de agosto de 2007). A corte suprema de Israel permitiu o reconhecimento do casamento gay em seu país, desde que ele seja realizado em outro país, pois, em Israel este tipo de união ainda é ilegal.

Lembrando que o casamento entre pessoas do mesmo sexo só é permitido no civil, já que a grande maioria das religiões não reconhece o homossexual.

Porém, algumas igrejas cristãs passaram a abençoar estes casamentos em alguns paises, como Estados Unidos da América, Canadá, Suécia e também no Brasil. No Brasil a igreja que realiza este tipo de união é a Comunidade Metropolitana.

Sei que Deus fez o homem e a mulher, que se fosse para pessoas do mesmo sexo estar juntas, ele teria feito somente um sexo. Mas é a opção da pessoa. Não consigo ver isto como doença ou como desvio de conduta. Homossexuais têm os mesmos sentimentos que um casal hetero, há ainda estudos que comprovem que casais homossexuais tendem a ser mais fieis que casais heterossexuais.

O importante é que haja amor e companheirismo, para que possamos ser feliz.

Os transexuais também podem casar no civil.

O que gostaria de dizer a muitas pessoas é: assuma! Não tenha medo de ser quem você realmente é. Ser gay ainda é difícil, ainda é criminalizado, mas nós nunca seremos realmente felizes estando escondidos dentro de nossos armários interiores. Às vezes, vale muito mais a pena você lutar pela felicidade, do que viver uma vida toda na duvida e na amargura de nunca ter vivido o verdadeiro prazer do amor.

Diga não a homofobia!

Freak Butterlfy.

Abominações – Pedofilia!

Bem, já escrevi anteriormente sobre pedofilia no artigo “Perversão infantil”, mas acho que repetir nunca é demais quando se trata de nossas crianças.

Assistindo o programa True Hollywood Story, onde passou dois casos de pedofilia, uma com uma menina, outra com um menino.

Para mim esta é uma das maiores abominações, como um ser humano, se é que ele pode ser julgado assim, pois alguém que sente prazer em molestar, abusar sexualmente de uma criança, é um monstro!

A cada dia mais sobe o índice de crianças abusadas sexualmente, e o pior de tudo, uma parcela enorme dos casos começa dentro da própria família.

Como isto é possível? Bem, com pais e mães trabalhando fora de casa, o stress do dia-a-dia, os pais tem participado menos da vida de seus filhos, não enxergando às vezes o que está acontecendo embaixo do nariz.

Em primeiro lugar, para evitar tais acontecimentos, devemos ser francos com nossos filhos, independente da idade, é cruel? Pode ser, mas o mundo lá fora pode ser mais cruel ainda com quem não está preparado.

Abrir o jogo e alertar as crianças desta realidade pode ajudar elas a se prevenirem, a maioria das crianças muitas vezes é levada com uma simples promessa de ganhar um presente, sendo ameaçadas não irão delatar o agressor.

Aquela velha recomendação de não falar com estranhos, é válida.

Se interessar pela vida das crianças ao seu redor é necessário, pois devemos estar alertas 24 horas por dia.

O mais importante é tratar criança como criança, nos dias de hoje, as crianças já são mais maliciosas e perdem a inocência muito cedo. Tendo em vista que as músicas que as agradam têm apelações sexuais, acho cretino colocar algo que atraia crianças como dançarinos coloridos, garotas que parecem suas bonecas, dançando até o chão. Isto não é influência para ninguém.

A mídia, que deveria colaborar, pinta o cabelo das meninas para se adaptarem melhor em seus filmes e novelas.

Eu tenho uma sobrinha, de apenas 8 meses, mas tenho maior zelo por ela e sempre irei cuidar para que nada de ruim aconteça, e todos devem pensar assim, protegendo nossas crianças destes monstros abomináveis.

Neste mesmo documentário passou uma estatística de que os pedófilos muitas das vezes não têm qualquer distúrbio mental, são inteligentes tendo um QI normal, que sabem o que querem e planejam muito bem como executar isto. Não devemos nunca ter pena de alguém assim achando que ele é um doente mental, eles são frios, pervertidos e sabem muito bem o que estão fazendo.

Nem aqueles abusados sexualmente durante a infância devem ter nossa pena, pois se ele sofreu algo assim, sabe o quanto é ruim, porque fazer aquilo com outro que não quis para si. É crueldade, é desumano.

Conversem com seus filhos, estejam alertas, poucas crianças falariam sobre isto, pois para elas é vergonhoso e ameaçador.

Fique atento, saiba que a vida destas pessoas nunca mais será a mesma, nem com sua família, eles se afastam de todos, não querem falar sobre o assunto, e sentem uma fúria que a maioria dos pais não estão preparados. Muitas das vezes a criança acaba se sentindo culpada pelo abuso que sofreu, e não se relacionando com alguém no futuro e algumas seqüelas da agressão permanecem para toda vida.

Os sobreviventes relatam que suas maiores dificuldades é manter a depressão sobre controle. Não importa o tempo que passe aquele pesadelo não se apaga. O apoio da família e da comunidade é muito importante para que se sintam seguras.

Se você sabe ou suspeita de algo, não se silencie, contate as autoridades locais.

Veja agora algumas dicas que vocês devem dar as crianças para que se protejam:

· Fique atento, a maioria dos homens são jovens, então não suspeite somente dos velhos sujos que encontram por ai, fique atento a todas pessoas presentes ao redor dos seus filhos, verifique registros de agressores sexuais;

· Ensine a criança que não deve falar com estranhos;

· Ensinar as crianças que em situações perigosas, lute, bata, grite, esperneie, faça barulho para que alguém note o que se passa;

· Tenha em casa uma espécie de kit DNA da criança, recolha materiais de DNA como digitais, saliva, cabelo e deixe guardado, caso haja um seqüestro, você esteja preparado;

· Em caso de seqüestro, procure a polícia imediatamente, neste caso para a segurança da criança, quanto mais rápido as autoridades entrarem em ação, mais cedo pode ser poupada de outras barbaridades;

· A divulgação ajuda e muito, espalhe por toda a cidade panfletos de desaparecido.

Enfim, cuide de suas crianças, esteja sempre alerta. É mais fácil crer que isto nunca ocorrerá conosco, mas pense que para muitas famílias também foi assim. Devemos estar preparados para tudo nesta vida, por mais difícil que isto possa ser.

Freak Butterlfy.

Celebridades são mais do que se imagina.

Estava eu lendo a revista “Super Interessante” edição de julho, encontrei uma matéria super interessante realmente, “Eles são mais inteligentes que você”, onde mostra que celebridades são muito mais do que imaginamos. Vejamos algumas:

· Brian May: guitarrista do Queen é doutor em astrofísica e publicou um livro sobre o big bang. Escreveu a tese “Velocidade Radial na Nuvem de Poeira Zodiacal”, recebeu três títulos honoris causa por prestar serviços às universidades de Exeter, Hetfordshire e John Moores de Liverpool. Em seu blog o musico deixa explicito sua paixão dividida entre shows e as descrições de noites fotografando estrelas, mas apesar de todo estudo e paixão pela física, ele trabalha em dobro, mas nunca trocaria seu cargo de guitarrista para uma vida de ócio.

· Ásia Carrera: Muitos a conhecem por suas curvas em filmes para adultos, protagonista de mais de 300 filmes pornôs, a atriz mostra que é mais que um pedaço de carne desejada por milhares, ela já tocou Bach, ama física quântica e passou horas estudando html só para montar sua própria página da web. Além de suas medidas muito conhecidas, o que ninguém sabe é que, esta mulher que quando jovem foi uma aluna brilhante, tem um QI de 15º pontos, que a fez entrar na tão desejada Mensa, a sociedade internacional que agrega pessoas com alto QI.

· Natalie Portman: que ela é linda e talentosa, todo mundo sabe, a rainha Amídala de Guerra nas Estrelas conseguiu o que 9 de cada 10 alunos almejam tanto nos Estados Unidos, entrar para Harvard. Apesar de começar a trabalhar no cinema muito jovem, com apenas 12 anos, Natalie conseguiu manter o anonimato para estudar em paz, chegou a pensar em deixar a profissão atriz para se dedicar somente aos estudos. Após terminar psicologia, publicou seu estudo sobre o processo de retenção de memória, e não satisfeita, no ano seguinte aproveitou as filmagens que foi fazer em Jerusalém para estudar antropologia da violência pela Universidade Hebraica. Ela se encontra fascinada pela nova profissão, mas irá tentar conciliar ambas as carreiras e ainda disse. A frase que ela disse ao jornal de New York foi o que mais me chamou a atenção: “Eu vou entrar na faculdade e não me importo se isso vai arruinar minha carreira. Prefiro ser inteligente que ser uma estrela do cinema.” Ela falou e disse tudo, e eu a apoio completamente, mesmo sendo sua fã.

· Dexter Holland: sabe o líder da banda The Offspring? Sim, ele é mestre em biologia molecular. Ele foi o melhor aluno do colégio, formou-se em biologia e fez mestrado em biologia molecular. Durante o mestrado, Dexter teve de dividir os estudos com os shows de punk rock, e aos poucos ele se afastou do estudo. Quem sabe ele ainda não escreva um livro sobre biologia molecular quando a banda acabar, como fez May. E pensar que todo mundo generaliza roqueiros como vândalos, bêbados, drogados e imprestáveis, só nesta matéria temos dois exemplos de que há muito mais entre uma guitarra e as festanças do que vocês possam imaginar.

Recomendo que leiam à matéria, alais a revista deste mês está repleta de matérias interessantíssimas, incluindo a da capa sobre Terapia.

É há coisas que nem Freud explica.

Freak Butterlfy.

*Fonte: Revista Super Interessante, editora Abril, edição nº254, julho de 2008.