RSS Feed

A verdade nua e crua: o canalha com ética

                Hoje me peguei analisando um gênero masculino quase raro, mas não difícil de encontrar pelos caminhos da vida, o tal do canalha com ética!

               Canalha é coisa que encontramos em qualquer esquina, mas há vários tipos de canalhas, os que acham que são e os que defendem o título com pulsos e dentes, por esses as mulheres, até as mais experientes no tipo caem por chão, com porra nos lábios e lágrimas na face, ela ainda suspira e pensa: ele volta!

             O canalha de hoje é o famoso cafajeste de épocas ‘Rodriguianas’, mas vamos fazer uma breve analise semiótica da palavra “Canalha”:

  • Canalha comum: O homem que seduz uma mulher sem intenção alguma de amá-la.

  • Canalha com ética: É o homem que ao seduzir a mulher, deixa claro suas intenções de, ao pé da letra, fode-la sem amá-la.

             Que de nós mulheres nunca caiu nas artimanhas deste eterno conquistador que atire sem medo as pedras! Eu mesma, já fui alvo do canalha e do canalha com ética. Claro que o primeiro é aquele pelo qual você irá sofrer, chorar e nunca mais desejar amar, mas é também o que ficará cada dia mais só, pois se existe um ditado forte e que funciona é “o melhor marketing é de boca-em-boca” e com isso o canalha frouxo vai perdendo sua falsa credibilidade e rebanho.

               Do outro lado esta ele, o canalha com ética, no circulo social ele está sempre rodeado por amigas, geralmente as mais belas do recinto, tem classe, não solta cantadas baratas, tem boa fala, tenta manter boa aparência, sabe conversar e se ele tiver algum interesse sexual que seja, deixará claro que será isso e nada mais, quem sabe role outras oportunidades, mas não se enganem.

               Enquanto nosso primeiro candidato está interessado em bater o recorde de mulheres que já ‘comeu’ o segundo quer qualidade. O primeiro diz que “seu prazer vem em primeiro lugar”, porém como você já caiu em toda sua ladainha e acaba fingindo orgasmos ao invés de tê-los, diz o quanto seu ‘garoto’ é maravilhoso e a satisfaz, você mente compulsivamente que ele é magnífico na esperança de que ele se apaixone. Meninas, não finjam nem mintam, estarão fazendo isso a si mesma, para este gênero pouco importa você e sim ele gozar.

               A segunda opção também diz que “seu prazer vem entes do dele”, porém este se esforça ao máximo para cumprir a palavra, afinal, se existe uma coisa nessa vida que todos sabem é: mulher conta sim tudo para as amigas, não se enganem nem venham me apedrejar, se foi ruim ou ótimo irmão contar (se for muito bom, ótimo, maravilhoso, por favor, contenham-se, não queira despertar na amiga a curiosidade de ‘provar’), e ele claro não irá querer sujar sua reputação (mesmo sendo canalha). A ética deste canalha está acima de tudo, ele não irá desejar magoá-la, não seria esta sua intenção, ele até mesmo será seu amigo, e enxugará suas lágrimas quando a primeira opção a ferir.

               Caros homens cultivem a ética e se for para ser canalha que a tenha, não engane, não minta, não use as pessoas para seu bel prazer sem que as mesmas saibam. Como diria Sócrates “Deve-se temer mais o amor de uma mulher que o ódio de um homem”, o que isso quer dizer? Não cultive algo que não poderá ‘cuidar’, pois não há nada pior nessa terra que uma mulher de coração partido, sua reputação acabará mais suja que sua falta de ética e caráter, o que me lembra agora Nietzsche que citou “Na vingança e no amor, a mulher é mais bárbara que o homem”, fato, diga-se de passagem.

               Até mesmo um canalha, um dia, pode ser flechado, mas não se enganem meninas que fazer o tipo “puta” irá conquistá-los, o que o canalha, ou cafajeste como prefiro chamar, se encantam de fato são pelas “santas de lábios pecadores” (quem sabe em outro texto podemos discorrer tal debate).

            O canalha com ética sempre poderá ser um bom amigo, te dará conselhos sobre outros canalhas. Por isto meninas, olhos abertos, o pior canalha ainda está à solta, ainda faz mais vítimas, porém ainda sai mais queimado que gringo de férias no Rio de Janeiro.

              Separei para vocês algumas belas frases sobre nossos queridos amados e odiados canalhas (sejam com ética ou não):

  • “As mulheres podem tornar-se facilmente amigas de um homem; mas, para manter essa amizade, torna-se indispensável o concurso de uma pequena antipatia física.” (Nietzsche)

  • “Devemos julgar um homem mais pelas suas perguntas do que suas respostas.” (Voltaire) – Preciso mesmo explicar que essa é uma das poucas maneiras para conhecer de fato um homem e descobrir se o mesmo é moleque ou já saiu das fraldas.

  • “O homem superior atribui a culpa a si próprio; o homem comum aos outros.” (Confúcio) – Sábias palavras o que pode distinguir o canalha comum do canalha com ética, o primeiro sempre irá culpar fatores que não sua irresponsabilidade verbal em dizer o que vem na cabeça e não o que sente de fato.

  • “O verdadeiro homem quer duas coisas: perigo e jogo. Por isso quer a mulher: o jogo mais perigoso.” (Nietzsche) – nunca li muitas coisas do Nietzsche, confesso! Mas começo a pensar que ele era um dos canalhas com ética, assim como o querido Nelson Rodrigues.

  • “O homem de palavra fácil e personalidade agradável raras vezes é homem de bem.” (Confúcio) – é bem isso meu caro Confúcio! Bem isto!

  • “O valor do homem é determinado, em primeira linha, pelo grau e pelo sentido em que se libertou do seu ego.” (Einstein) – Pois veja só, no canalha comum, o ego é algo infinito, por isso este tipo não tem valor e seu espírito nunca cresce nem evolui.

             Chega de frases prontas que de alguma forma pode ou não definir o canalha, seja ele com ou sem ética, como diria Nelson Rodrigues (o pai dos cafajestes, ou seja, o canalha atual): O cafajeste encantador é um devoto convicto das mulheres, ele as ama e não as veem como mero objeto (diga-se do canalha sem ética que pensa que a mulher é apenas uma boneca com buraco onde irá enfiar seu brinquedinho, que sim podem ser trocados e tão descartáveis quanto nós) “Na saída abre a porta do carro para a mulher, mas dá um beliscão na bunda bem na hora em que ela vai entrar, para mostrar que é dono “dela”.” Nelson sempre sou que no fundo nós gostamos de um cafajeste, torcemos para os mocinhos e desejamos os vilões.

               Se eu pudesse dar um conselho, diria, mais vale investir em um bom vibrador que em um homem sem valor ou princípios, ao menos o primeiro não lhe fará fingir, lhe dará prazer garantido e só lhe deixará não mão quando as pilhas acabarem.

About FreakButterfly

Que fique logo claro: não sou sexóloga (apesar de que gostaria muito), também não sou formada em psicologia, sou Bacharel e Adm. Com habilitação em Marketing e agora Bacharel em Jornalismo. Tenho este blog desde meados de 2008, onde comecei a escrever por mera diversão e distração do tédio e solidão que a cidade onde morava até então me proporcionava. Com o passar dos dias, o blog foi crescendo e a vontade de escrever também. Amo escrever e espero faze-lo bem! Não estou aqui para julgar, descriminar ou fazer apologia a qualquer coisa que seja, escrevo do que gosto para pessoas que gostam do mesmo que eu, e se o ofendi, sinto muito, mas basta fechar a pagina. No mais, volte sempre!

4 responses »

  1. Fabuloso!
    Você escreveu como ninguém o que eu mesma gostaria de ter escrito mas nunca consegui organizar em palavras.
    Muito obrigada!
    Beijos,
    Luci.

    Responder
    • Obrigada querida Luciaurea =) um dia acordei com essa ideia fixa, analisei minha vida, conversei com um amigo que se auto-intitula Canalha com ética e saiu o texto! =) que bom que gostou :* Volte sempre

      Responder
  2. Bruno Bernardo

    Maravilhoso, está é uma leitura culta divertida e informativa.
    Parabéns Srta. Burtteflys

    Responder
  3. Faltou o homem decente no teu texto ! um dia um amigo me disse que quando as caravelas chegaram à America do Sul, que os indios nao notaram todo aquele movimento no mar, porque como eles nao sabiam que existiam caravelas, eles pensaram que fazia parte da paisagem. Se tivessem visto todos aqueles homens que chegavam naqueles enormes barcos, poderiam ter se defendido de alguma maneira, mas por nao saber que existiam, simplesmente os ignoraram.
    O mesmo acontece com as mulheres em relação aos homens, as vezes somente vemos os canalhas e assim, ignoramos que tem caras muyto bacana por aí. Foi a partir daí que comocei a ver as “caravelas” e em pouco tempo conheci meu marido. Temos pontos a melhorar como casal, mas sendo ja meu segundo matrimonio, posso pelo menos respirar aliviada e dizer que casei com um homem decente, humano e pra ajudar: lindo !!!

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: