RSS Feed

Monthly Archives: Junho 2009

Tabus – Sexo anal e suas lendas.

untitled

Se no século passado o sexo anal era uma pratica de homossexuais ou pervertidos, neste século muitos paradigmas foram rompidos incluindo, o sexo anal.

Muitos ainda carregam o preconceito e o medo da pratica, mas o que fez muitos mudarem de idéia foi no filme ‘O ultimo tango em Paris’ (1970) onde Marlon Brandon lambuza com manteiga e penetra o ânus da atriz até então desconhecida Maria Schneider. A cena ficou mais fincada na mente do publico por causa da manteiga.

Deixemos a manteiga de lado e vamos falar ver outras curiosidades deste ato sexual ainda tão crucificado. Na Roma antiga, era comum que na noite de núpcias o noivo praticasse o sexo anal ao invés de tirar logo a virgindade da esposa, para zelar sua timidez e medo. Este ato também foi muito praticado por moças para preservar sua ‘virgindade’ para as núpcias.

Muitos vêem o ato como falta de higiene, mas médicos garantem que o reto é limpo, pois as fezes se concentram no intestino, mas muitos sabem que na pratica a coisa pode ser bem diferente, e constrangedora, por isto, para evitar que algo ocorra no pós-coito, faça ducha vaginal, é muito simples e pratico que você mesma pode fazer, siga os seguintes passo:

  • No banho, tire o chuveirinho da mangueira, relaxe e encaixe a boca da mangueirinha na entrada do ânus, você irá sentir uma pressão, certifique-se de que o jato não é forte e a água não está muito quente. É igual a ducha vaginal, logo você terá que sentar ao vazo e esperar um pouquinho, umas duas vezes basta para estar limpa.

O ânus não tem lubrificação, então não se esqueça, o lubrificante é parte fundamental (esqueça a manteiga, opte por lubrificantes a base de água). Para que a parceira sinta-se a vontade, capriche nas preliminares, o anilingus, que é o sexo oral anal é uma das opções, se você acha que a mulher não sente prazer ali, está perdendo muito, pois se os homens têm a próstata para lhe garantir o prazer, ambos têm milhões de terminações nervosas logo na entrada do órgão.

Sexo oral, caricias, e até mesmo o orgasmo do sexo oral convencional, pode ajudar a mulher a ficar mais relaxada, o que é fundamental para que a penetração não se torne um ato traumatizante.

As melhores e mais utilizadas posições para esta pratica é o famoso papai e mamãe, cachorrinho e de bruços na cama, sendo a que a mulher pode apoiar os braços no chão e o restante do corpo na cama, isso ajuda a ‘empinar’ a bunda, o que facilita a penetração.

O orgasmo anal existe, mas cada mulher tem uma reação diferente, como a membrana que separa o ânus da vagina é muito fina, sua parceira poderá sentir orgasmos vaginais. O que torna o sexo anal em um prazer duplo.

Lembre-se: muitos optam pelo sexo anal como método contraceptivo, ou para evitar doenças, mas saiba que no ânus as chances de se contrair uma DST são maiores. Como o órgão não tem lubrificação para a pratica sexual, muitas das vezes acontece de alguns vazinhos se romperem provocando fissuras, e nestes pequenos sangramentos é pode-se contrair uma variedade de doenças, inclusive a sífilis e a Aids.

Como já foi dito em outro artigo sobre sexo anal, esta pratica requer que os dois desejam, você pode se esforçar em convencer sua parceira, mas tenha em mente que ela deve estar realmente disposta ou afim. Forçar a barra e qualquer situação pode trazer diversos atritos na cama, que não serão de seu corpo sob o dela.

Seja consciente, use sempre camisinha!

 

Freak Butterfly (Poliana Zanini)