RSS Feed

Category Archives: Me-blá-blá-blá

Pedidos de desculpas, notas, entre outros

Protesto ou gozação?

Em épocas onde a estética das modelos entram em controvérsias e polêmicas, estilistas conceituados colocam sem suas passarelas modelos fora do estereótipo padronizado onde ossos ‘gritante’ se tornaram padrão de beleza.

A personagem Renata de “Viver a Vida”, em uma de suas consultas com a terapeuta, relata seu medo de engordar, e da pressão que sente de que o mundo exige que nós sejamos magras para ser-mos aceitas.

Como li hoje pela manha em um site (que não me recordo), até mesmo em editoriais, para modelos GG serem notadas de fato estão sempre posando para editoriais sensuais, com nudez ou pouca roupa, não se sabe se isso ocorre para serem realmente notadas ou se é para valorizar e mostrar que independente do ‘tamanho’ a sensualidade só depende de atitudes.

Mark Fast foi um dos estilistas que optou por colocar nas passarelas do London Fashion Week, modelos mais curvilíneas, ou seja, mulheres comuns, afinal, o mundo não é feito somente de pessoas magras, e a maioria das consumidoras são tamanho 42/44.

Já Karl Lagerfeld, novo estilista da Chanel, não pensa desta forma, segundo ele “Ninguém quer ver mulheres gordas. Essa revolução vem tudo das mães gordas que ficam na frente da televisão com um saco de batatas falando que mulheres magras são feias!”. Uma controvérsia já que o mesmo assinou um ensaio na mansão Chanel com a dançarina burlesca Miss Dirty Martini ao lado de Jane Smith interpretando Coco, para a revista V Magazine.

Depois de Mark Fast, foi a vez de Elena Miro que apresentou looks para mulheres com manequim maiores de 42 na Semana de Moda em Milão.

Realmente os distúrbios alimentares são sim causados pela pressão da mídia que sempre elege suas estrelas pela beleza que elas possuem, ou seja, seus corpos magros, a guerra da balança deve acabar, para o bem e a saúde de nossas crianças, pois cada vez mais cedo, meninas cultuam os atuais padrões de beleza. Se alimentar melhor deve ser para sua saúde, as curvas são conseqüências desta boa alimentação.

Não tenho nada contra as modelos, eu admiro muitas delas, porém exageros não é bom para nenhum lado.

Mas agora ficou uma questão no ar, a atitude de Karl Lagerfeld foi o que? Um protesto, ou uma gozação?

Poliana Zanini

Veja mais sobre o assunto em: http://msn.lilianpacce.com.br/tag/anorexia/

E mais: http://msn.lilianpacce.com.br/home/anna-wintour-forum-disturbios-alimentares/

Um ano de blog!!!

monroe_birthday1_pinta

Tão atolada de trabalhos da faculdade. Tão preocupada em atualizar este blog (que já foi até mais movimentado, porém compreendo, a tempos não coloco nada interessante aqui), que acabei esquecendo que no dia 07 de junho, surgiu na minha mente pouco convencional, a idéia de um blog.

Desde lá eu tento atualizar, responder e mantê-los informados dos assuntos mais diversos.

Gostaria de agradecer àqueles que estão comigo desde o inicio, aos novos leitores e a você que passou aqui de visita!

Farei o possível para melhorar cada vez mais!

Criticas, seja sobre o que for, são sempre bem vindas, assim como sugestões!

Todos os comentários são aceitos, mas se eu for contra algo, respondo a altura do sujeito.

Foi aqui que nasceu Justine, e aqui que ela se criou, nas palavras e no imaginário de muitos, e podem ter certeza que ainda haverão muitas loucas aventuras.

Agradeço mais uma vez a todos.

Super beijos,

 

Freak Butterfly

8 de março: Parabens mulher!

8-demarco

Um pouco atrasada, mas não poderia deixar de dar os parabéns a todas nossas leitoras e participantes deste blog.

Este dia deve ser sim comemorado como uma vitória, só cabe a nós seguir em frente e lutar com os direitos que nos foi dado.

abraços,

Freak Butterfly (Poliana Zanini)

Você pergunta

inte1

Querida Jussara Reis, obrigada por sua interação e também no interesse por saber mais sobre parafilias, confesso que não sei o nome do que busca, mas fiquei um tanto curiosa e busquei pesquisar, mesmo assim não encontrei nada sobre, e sim coisas que trazem excitação que são um tanto mais bizarras.

Filmes pornôs são mentiras da indústria pornográfica, para criar fantasias, há realmente homens que imaginam que aquilo que acontece ali fará sua companheira delirar, mas nós sabemos muito bem que não é assim que as coisas funcionam para nós mulheres.

Filmes pornôs é para mexer com o imaginário das pessoas, apimentar uma relação, mas não para serem levados como bíblias do sexo.

Se souber o nome desta parafilia, nos conte.

Abraços,

Freak Butterfly.

O bom filho a casa torna!

Olá pessoal, depois de algumas semanas ausentes, estou de volta para lhes pedir desculpas por não postar mais nada, mas estou todos os dias lendo os comentários.

Falando em comentários, há alguns que gostaria de ressaltar, sobre aqueles que me perguntaram sobre se há cura para auto-mutilação ou para parafilias, e sim! Há tratamentos, mas para isto você precisa procurar um psicólogo.

Agradeço o carinho de todos e as visitas diárias!

Beijos,

Freak Butterfly.

Nota de esclarecimento sobre Justine!

Olá caros leitores, sei que muitos adoraram as aventuras da Justine, e já estou trabalhando no próximo capitulo da louca jornada da nossa anti-heroína, mas gostaria de deixar bem claro que, ela é fictícia, Justine e eu somos pessoas diferentes.

Recebi uma série de comentários sobre, e e-mails também, e quero deixar claro aqui que é tudo profissional.

O nome Justine surgiu da minha paixão por Sade, e não me liguei que já usava este nome em um projeto paralelo como modelo alternativo no site Xplastic.

Por favor, mantenham o respeito, não só a mim, mas com todas as modelos do site, garanto que não deve ser somente eu que recebo e-mails com propostas indecentes.

Não sou profissional do sexo, aquilo é apenas trabalho como qualquer outro. Respeito as profissionais do sexo, mas eu sou só algo do imaginário. Assim como a personagem.

Não vamos misturar as coisas e nem ofender!

Respeito é bom e todo mundo gosta!

Freak Butterfly.

Pergunte, eu te escuto!

Às vezes há coisas que temos vergonha de perguntar ou desabafar até para a melhor amiga, tenho recebido vários comentários e alguns questionamentos, dentre eles, estou aqui disposta a responder alguns.

Então, vamos por partes:

Juliana (21/09/2008): “EU ADORO USAR LENÇOS NO PESCOÇO TENHO VÁRIAS CORES E TAMANHOS, MAS NÃO SEI DIREITO COMO COLOCAR NA MODA CERTA NO PESCOÇO, GOSTARIA MUITO DE UMA DICA.”

Então querida outra leitora também me pediu a mesma dica, e aqui mesmo neste blog, foi posto algumas, veja em: https://freakbutterfly.wordpress.com/2008/08/17/duvidas-lenco-no-pescocoduvidas-lenco-no-pescoco/

Aninha (29/09/2008): “e quais os tipos de tratamento?”

Bem querida, sobre auto-flagelo é muito complicado, isso primeiramente tem de começar de você querer parar de se punir, depois você reflete o porquê de tal punição, e claro procura um psicólogo que mais a frente lhe encaminhará a um psiquiatra. Os tratamentos normalmente são dois. Primeiro a psicoterapia e segundo através de remédios controlados, assim que seu diagnostico foi dado. Normalmente este ato é conseqüência de uma outra síndrome chamada de Mania que está presente em pessoas Bipolares. Então o que você pode fazer é procurar o mais rápido um psicólogo. Eu também sofro deste problema e sei que temos de achar outras formas de desabafo que não nos cortar-mos vivas. Eu repito, procure um médico, ele irá saber qual tratamento se enquadra no seu diagnostico.

Leia um relato neste site: http://www.hcnet.usp.br/ipq/revista/vol33/n5/272.html certas coisas podem nos fazer refletir.

Luana (25/09/2008): “Ola todo bem…. Tenho 24 anos e nunca senti o tal do orgasmo. Sinto muita dor na hora da penetração quando eu e meu namorado estamos juntos, mas depois não sinto nada é só na penetração mesmo. Tenho desejos, vontades a gente conversa mto ele fica louco pra eu chegar no climax como ele mas não consigo posso tar com mto tesão mas não consigo gozar. Ultimamente tenho me tocado mto qdo to só em casa as vezes acho que to quase lá mas não acontece. Será que vc pode me ajudar?

Abraço”

Um grande abraço pra você também querida! Então isto que você tem se chama ANORGASMIA, ou seja, uma difusão orgástica que se define com a ausência ou persistência do orgasmo. No seu caso Luana é a ausência. Há dois tipos de classificação, no seu caso seria secundária, quando, depois de um período em que era possível para a mulher atingir o orgasmo, isso deixa de acontecer, independente da forma da relação ou masturbação. Quanto à dor na hora da penetração, pode ser falta de estar realmente relaxada, pois excitada é uma coisa, relaxada é outra. Esta que vos escreve sente a mesma coisa, então não entre em pânico, você não é a única. Os motivos da dor na hora da penetração pode ser vários, como disse, por não estar totalmente relaxada, ou também por sua cavidade vaginal ser estreita, o que não é anormal. Procure usar lubrificantes, eles ajudam a diminuir a dor na penetração, agora se a dor também está presente durante o ato, isto é DISPAREUNIO. No caso da penetração pode ser também VAGINISMO, que é a contração involuntária da vagina ou anus. Preste atenção nos detalhes e procure um ginecologista.

Uma dica é: PARE DE ESPERAR O ORGASMO CHEGAR! Isto lhe deixa preocupada e não a deixa relaxar para senti-lo. Apenas relaxe, não fique na expectativa, quando menos esperar ele vem, diga o mesmo ao seu namorado, pois ele quer tanto lhe dar um orgasmo que muitas vezes sem querer, lhe pressiona e você mais uma vez fica tensa.

RELAXA E GOZA MINHA AMIGA!

Você consegue, tente com um vibrador, eles são mais rápidos que os dedos. Qualquer coisa tente umas praticas deste artigo: https://freakbutterfly.wordpress.com/2008/08/19/segredos-da-china/

Kaotik2003 (27/09/2008) achei muito válido você seu comentário sobre o artigo: https://freakbutterfly.wordpress.com/2008/07/27/relacionamentos-%E2%80%93-namoradas-problematicas/

Realmente, é incrível como há pessoas que queiram ser desta forma. Se você precisar de apoio pode contar. Bipolaridade é algo sério, e deve ser tratado como tal e não uma modinha adolescente.

Bem pessoal é isso ai, qualquer dúvida, qualquer pergunta, é só mandar que estou disposta ajudar no que estiver ao meu alcance. Meu e-mail: poliszanini@hotmail.com

Agradeço a todos que estão sempre aqui e me apóiam, sem vocês este blog não aconteceria. Esta semana fique ligado, muito mais há por vir.

Freak Butterfly.

Desculpas!

Olá pessoal, queria lhes pedir desculpas por minha ausência nestes ultimos dias.

Estou meio doentinha, e por isto não atualizei o blog. Mas gostaria que me desculpassem e compreendecem, àqueles que já sabiam, meus agradecimentos pela compreenção!

Isso que da ser Bipolar! rs


Beijinhos,


Freak butterfly

Diga não a violência sexual!

<!– @page { margin: 2cm } P { margin-bottom: 0.21cm } –>

A violência sexual cresce a cada dia mais, e isto não é só nas ruas, mas também nos escritórios e dentro da própria casa. Os tais “machos” desta nossa hipócrita sociedade, acham que para serem homens precisam “impor respeito” e para isso usa a violência. Não é somente nas ruas que nós mulheres e crianças corremos riscos de sermos estupradas, mas dentro de nossos trabalhos, escolas e lar.

Em alguns casos, chefes assediam suas secretarias ou subalternas e ainda se sentem no direito de usá-las e abusa-las e ainda usar seus empregos para calá-las.

Outros casos se passam em escolas, professores que usam alunas com a desculpa de aumento de notas, passar de ano e outras coisas.

Em casa, os homens querem mostrar quem é o rei, quem é o leão, quem domina o pedaço e abusam de suas esposas quando bem querem. Vocês pensam: Mas elas não são casadas com eles? Eles não têm direito a uma vida sexual com elas? Sim! Mas desde que haja o consentimento das mesmas.

Então cabe a nós mulheres não ficar-mos caladas, pois assim estaremos dando brecha para que esta violência ocorra novamente.

Se você é ou conhece alguém que é vitima da violência sexual denuncie na delegacia mais próxima ou pelo 190. Hoje nós temos a Lei Maria da Penha a nosso favor, lute pelos seus direitos, não se cale e proteja seu lar.

A educação começa dentro de casa, dê o bom exemplo para seus filhos e familiares.

Gostaria de abrir uma nota em defesa do BDSM, que significa “Bondage, Dominação e Sado-Maso”, já ouvi casos de culparem pessoas que gostam de praticar algo do gênero e ainda nos tacham pervertidos. Não vejo como perversão é apenas uma forma diferente de demonstrar sentimentos, até porque as pessoas do meio são consciente do que fazem, dentro do BDSM há mais amor e respeito do que em muitas relações, tudo é feito com segurança e consentimento do parceiro, há uma cumplicidade maior. Eu que já convivi com pessoas do meio, posso garantir que estas pessoas, são normais, já os espancadores, os machos, estes sim são doentes e pervertidos. Sentir prazer com animais ou com crianças isto sim é doença!

O BDSM é contra a violência doméstica, contra a violência sexual e contra a pedofilia!

Diga não ao abuso sexual!

Freak Butterfly.

Mudanças, e nada mais!

Há algum tempo, decidi que era hora de me mudar, tomar outros rumos para minha vidinha pacata, porém, sem planos as mudanças não se tornam fáceis.

Vim para Curitiba na cara e na coragem, e posso dizer muita coragem, pois sair do conforto de nosso lar para um lugar desconhecido, só se tendo coragem.

Logo de cara minha estadia não deu certo, ao invés de um apartamento só meu fui morar em um pensionato, que como chamamos, “orfanato”, pois o descaso de algumas pessoas é terrível, não nós tratam como hospedes pagantes, como tudo em Curitiba, é como se fosse um favor.

Graças a Deus posso dizer que tive a sorte de morar com pessoas incríveis! Amigas, parceiras e divertidas, mas para mim não bastava apenas isto, eu precisava ter um emprego.

Mesmo com uma faculdade no curriculum e uma outra em curso, não foram suficientes para provar minha competência, nem mesmo os inúmeros cursos que fiz… O negocio era eu não pertencer ao norte do país. Isto mesmo, podem negar, mais sei que os sulistas ainda tem preconceitos com os nortistas.

Andei conversando com algumas pessoas para saber qual a imagem que eles têm do norte, além de achar que somos índios e moramos em ocas, eles acham os nortistas folgados! Logo nós, que acolhemos pessoas de todo o país, que trabalhamos duro pelo desenvolvimento do nosso estado, nosso erro talvez seja abrir os braços e dar a eles a oportunidade que não nos é dada aqui.

Esta foi minha grande decepção… Mas como boa brasileira, eu não desisti, permaneci aqui por 6 meses, porém, como qualquer cachorro que leva somente porradas, eu me cansei e decidi que, se a única porta que me abriram foi em Porto Velho (RO), irei usurpar de todas as oportunidades que me forem dadas lá, e se caso um dia eu decida retornar, que esteja mais preparada.

Eu agradeço ao carinho que obtive aqui, e renego aos sentimentos hipócritas que muitas vezes recebi de homens sem coração.

Um fato interessante, aqui os homens não querem nada serio. Querem curtir a vida enquanto podem, mas um dia, seus encantos acabam queridos, e quem vai querer um velho capengando e doente?

Eu fui uma mera boneca inflável para muitos aqui, mas se eles se divertiram com meus desastres, posso dizer que eu não curti. Mas a vida é assim!

Vou sentir falta dos barzinhos que freqüentei, de alguns amigos que conquistei e da família que eu formei.

Mas este é meu mundo. Totalmente do avesso, bipolar e neurótico!

Talvez eu tenha perdido tudo por méritos próprios… Mas isto é uma outra istoria!

Beijos,

Freak Butterfly