RSS Feed

Tag Archives: campanha da NOVA

As magrinhas também sofrem!

Dando continuidade ao que disse anteriormente nos artigos sobre celulite e beleza, por acaso, ao procurar uns livros, achei um pedaço da revista Veja, da qual minha sobrinha despedaçou, não sei de quando ela é, mas há uma matéria bem interessante “Até elas sofrem”. Contando a historia da atriz e top model Mischa que faz a série The O.C., e seus problemas com a danada da celulite.

Viu moças, foi-se o tempo que a celulite era associada ao peso da mulher, definitivamente todas as mulheres tem celulite, isto é fato, o que muda é a forma em que ela está presente.

Há dois graus de celulite, primeiro a “casca de laranja”, áspera e irregular, só é perceptível com a compressão da pele, isto quer dizer, quando sentamos, cruzamos as pernas, ou usamos roupas que apertam, e claro os biquínis e maiôs. O segundo são nódulos duros e furinhos inconvenientemente visíveis à distância.

Se há tratamento? Não, só existem tratamentos para aliviar a aparência e não para desaparecer com a danada, assim como as estrias, que são resultado do efeito sanfona, o maximo que podemos fazer é aliviar para que elas não chamem tanto atenção.

Além da celulites não escolher biótipos ela não escolhe idade.

O que se pode fazer? Há centros de beleza especializados em tratamentos contra celulite, mas saiba que as pílulas, a alimentação e cigarros, ajudam no aparecimento da celulite.

Os tratamentos são os seguintes: drenagem linfática, ultra-som e radiofreqüência (Vale Shape), cremes redutores de celulites eu já usei da Nívea e da Avon, ambos ajudaram muito.

Homens raramente têm celulite, isto porque os hormônios masculinos ajudam a queimar a gordura mais rápido e não deixam que as celulites de multipliquem.

Mas, lembrem-se: vivam, pois todas têm celulites, sejam magras ou gordas, elas estão presentes em qualquer mulher, é isso que nos faz feminina.

Então vamos manter a campanha a favor de nossa beleza, seja ela qual for!

Freak Butterfly.

* Na foto: Daniella Sarahyba pelo site ego.globo.com

Eu tenho Celulite – Liberte-se!

O Freak Butterfly apóia a campanha feita pela revista NOVA do mês de aniversário: Eu tenho celulite – Uma campanha de NOVA pela auto-estima feminina.

Então vamos lá: “Em nome das mulheres que ainda não têm coragem de usar calça branca, que escondem o corpo na penumbra, que deixam de ir à praia… NOVA declara: chega de preconceito! Basta de transar no escuro! Fim da ditadurada canga! Afinal, eu tenho, tu tens, ela tem. Nós temos, vós tendes, elas têm. Algumas não têm — mas ainda vão ter. Epidemia? Síndrome? Maldição? De jeito nenhum. A celulite não deixa de ser uma tradução da essência feminina. Sim, porque o estrógeno, hormônio responsável pelo nosso corpo desenhado, cheio de curvas, com aquele contorno tão sensual pelo qual os homens perdem a cabeça, também é um dos principais causadores dessa acompanhante, que pega em 95% das pernas e dos bumbuns, segundo a dermatologista Denise Steiner — só que as outras 5% estão para nascer, não é? Ou seja, faz parte do pacote MULHER ser dona de uma estrutura física que se parece com uma estrada “sexnuosa” — com sobes e desces, montes e vales — e também ter predisposição a esse, digamos, efeito colateral. Agora, falando sinceramente, você abriria mão de ser “abençoada por Deus e bonita por natureza” só porque tem (ou corre o risco de ter) uns furinhos? “Eles deveriam ser uma licença poética do sexo feminino”, nos disse a atriz Ingrid Guimarães, com o que concordamos em gênero, número e grau.”

Para mais matérias sobre o assunto, veja o link da NOVA: http://nova.abril.com.br/edicoes/420/beleza/campanha-celulite.shtml?pagina1

Esta revista sem dúvida é a bíblia feminina (não feminista, que fique claro).

Liberte-se você também e diga: EU TENHO CELULITE!

Porque como diz um texto do Arnaldo Jabour: “Todo avião tem pneus.”

Freak Butterfly.

*Fonte: Site da revista NOVA.