RSS Feed

Tag Archives: Vagina

O melhor amante

Para começar este texto, acho fundamental dizer (novamente) que não se deve pular as preliminares, elas são fundamentais para aquecer sua parceira, sem elas, muitas mulheres não conseguirão chegar ao clímax. Por isso, mesmo que seja uma rapidinha no meio do dia, invista nas preliminares orais, como torpedos, e-mail, um telefonema, palavras também podem ser preliminares excitante para aquela famosa rapidinha.

Você sabia que o beijo na boca é crucial para sua popularidade? Muitas mulheres percebem através do beijo se o cara é ou não bom de cama, uma dica é: nada de beijo babado! O beijo deve alternar entre a gentileza e a pegada selvagem. Mas não é só de beijo na boca que elas gostam, orelhas, pescoço e dobrinhas do corpo são estimulantes. Invista em desvendar o corpo da sua parceira.

Não pense que comprar óleos é um dever somente dela. Tenha um kit com lubrificante para transar na água, para brincar com a temperatura, massagear e retardar a ejaculação. Use-os para brincar, seja criativo.

Se você é daqueles que acha que as mulheres buscam horas intermináveis de sexo, tire seu cavalo da chuva, não dê uma de sabichão querendo mostrar a ela seus dotes do Kama Sutra, as mulheres buscam carinho, atenção, prazer, isso não quer dizer “horas”, pois a lubrificação vaginal vai diminuindo e a penetração acaba se tornando incomodo, então preste mais atenção nos gestos e no que sua parceira diz, e se por algum momento ela disser: “Goza pra mim”, ou algo assim, é porque já deu no que tinha que dá.

Quando mencionei acima que não buscamos horas de sexo, também não quero dizer que queremos apenas rapidinhas, queremos sim qualidade e não quantidade, então experimente dar uma pausa na penetração para fazer sexo oral, e depois retorne a penetrá-la.

Elogie-a, mas não exagere, todas as mulheres adoram receber elogios, mas vá com calma, se não ela poderá achar forçado.

Explore a vagina dela, a jornalista Kate Taylor, colunista da revista GQ e autora de O guia do Bom Orgasmo, ensina alguns métodos:

  • Segure os lábios abertos com uma mão e com a outra friccione gentilmente seu clitóris. Quando os lábios estão bem esticados, a sensação é intensificada;
  • Varie segurando a parte de cima do clitóris entre os dedos indicador e médio, acariciando-o para cima e para baixo;
  • Tente achar o tal do polemico ponto G: introduza dois dedos dentro da vagina dela e dobre-os em direção à parede vaginal perto da barriga. Cerca de 3 a 4 centímetros acima há uma área de pele de aspecto esponjoso, mais ou menos do tamanho de uma moeda de 25 centavos. Esfregue-a de leve com um movimento de “vem aqui”;
  • Lamba os lábios vaginais para cima e para baixo e depois gire a língua úmida e esticada por toda a vagina.

 

Presenteia com lingeries, fantasias, brinquedinhos, vibradores, estimule-a a gostar, de a ela livros eróticos, isso pode elevar a criatividade dela.

Saiba que tudo que fizer será recompensado, mulheres satisfeita são mais propicias a retribuir sexualmente. Como já diz o ditado: “é dando que se recebe”, pense nisto e seja o seu amante. De a ela momentos inesquecíveis, dos quais você também não irá se esquecer.

 

Freak Butterfly.

Segredos e técnicas do Pompoarismo

1220745969060_bigPhoto_0

Se você acha que o Brasil é o país da “putaria” está muitíssimo enganado. O sexo, sem sombra de duvida é uma arte oriental e não ocidental.

Como já vimos em diversos artigos, China, Japão, Índia, Arábia entre outros paises do oriente, as varias técnicas milenar, que foram passadas em suas gerações segredos de como ser a digas, verdadeira “puta” na cama.

Hoje venho apresentar a alguns (espero que poucos) a uma técnica conhecida como pompoar. Popular na Tailândia, esta técnica se resume em nada mais nada menos que a contração voluntária dos músculos circunvaginais. É um palavrão? Pode até ser, mas saiba que esta arte induz sensações extremamente prazerosas no pênis durante a relação sexual.

Mas deixando um pouco o sexo em si de lado, vamos falar dos benefícios que a pratica de pompoarismo trás as mulheres, já que sexólogos estudaram durante anos a importância do fortalecimento dos músculos vaginais. Por quê? Para que no futuro você leitora evite uma serie de problemas como as temidas: queda da bexiga, puns vaginais e o descontrole da urina na hora do orgasmo (popularmente conhecidas assim).

Ser uma pompoarista não é fácil, mas pode-se praticar a contração da vagina durante todo seu dia e em qualquer lugar, basta apenas contrair os músculos (você sentirá seu ânus contrair junto, pois o músculo pubococígeo é na verdade um conjunto de músculos que se estende desde o osso púbico, popularmente conhecido como “monte de Vênus” e o cóccix), tire 5 minutinhos do seu dia para se “exercitar”.

Para as aventureiras e amantes de sex shop, existem artigos para a pratica, e até mesmo vídeos-aula, com explicações detalhadas do processo. Você já viu as famosas “bolinhas Tailandesas”? É com elas que se inicia a pratica de pompoar, que além de ser ótimo para sua saúde sexual, pode ser muito prazeroso para você, que também pode utilizar com o parceiro em uma brincadeirinha apimentada.

Voltando ao sexo, quando a vagina contrai o pênis ela esta massageando o garotão, fazendo seu parceiro obter sensações inigualáveis. Não é a toa que as tailandesas são “populares” por todo o mundo.

Agora vamos ao que interessa e conhecer alguns movimentos básicos para você começar a praticar agora mesmo:

Chupitar: sugar o pênis, movimentando a vagina como se fosse a boca de uma criança chupando a chupeta;

Estrangular: apertar o pescoço da glande com o anel que estiver melhor posicionado;

Expelir: forçar a expulsão do pênis até que só a glande continue introduzida;

Ordenhar: massagear o pênis do parceiro, apertando do primeiro até o ultimo anel, de forma cadenciada, e depois soltando;

Revirginar: consiste em fechar os lábios e o primeiro anel vaginal, dificultando a entrada do pênis. Este movimento simula uma vagina virgem;

Sugar: o parceiro deve introduzir somente a glande do pênis na vagina; a mulher deve fazer um movimento de sucção, forçando a entrada, por completo do pênis;

Torcer: movimentar o pênis do parceiro, apertando todos os anéis e girando em movimentos de rotação, ora para a direita, ora para a esquerda;

Travar: contrair fortemente a vagina, impedindo a saída do pênis.

Bem, claro que não conseguirão de primeira concluir todos estes exercícios, e se achar melhor, pratique com um consolo (pênis de borracha), quanto aos anéis, a vagina é um orifício com profundidade de 8 a 15 centímetros, normalmente fechado, abrindo-se conforme a excitação da mulher, a musculatura circunvaginal consistem por um feixe de anéis que vai da entrada até o inferior do órgão. Estes anéis podem se movimentar juntos ou separadamente, por isto o pompoarismo requer dedicação e treino.

A força e a velocidade é uma questão de tempo e aprendizagem, conforme a mulher descobre seu órgão ela aprende a movimentá-lo corretamente.

Depois de alguém treino faça um teste para saber se você realmente se empenhou: pegue um vibrador, introduza-o na vagina, sugue-o e depois faça-o sair segurando pela ponta, sem deixa-lo cair no chão, lembre-se, não vale usar as mãos.

Toda estes exercícios farão você e eu parceiro prolongarem a relação sexual de forma satisfatória a ambos, já que depois que dominar ao menos parte da técnica a mulher pode obter orgasmos explosivos e prolongados.

Quer fazer um teste ainda mais fácil para ter certeza se o homem gosta ou não? No momento da relação sexual, quando houver a penetração comece a contrair sua vagina, deixe-o imóvel e apenas a contraia, veja a sensação que ele sentirá. Eu posso afirmar que é deliciosa (tanto para você quanto para ele, além de um momento brando e intimo).

Se você ainda esta curiosa(o), veja os links abaixo ou procure livros especializados, muitas cidades possuem casas com aulas de pompoarismo (assim como de streap tease, pole dance entre outros).

Não veja só pelo lado do prazer, mas também pense na sua saúde.

Os três vídeos selecionados a seguis cotem uma previa sobre aulas de pompoar, uma entrevista no Jô com a sexóloga Carmen Janssen, a pompoarista Stella alves e uma vídeo aula de exercícios pélvicos.

http://www.lupompoar.com.br/particular.html?gclid=CObh4cCDq5oCFQO2FQodpTD-1w

http://www.youtube.com/watch?v=ydAmVCwBDiI

http://www.youtube.com/watch?v=DzRZVrjSrt4

http://www.youtube.com/watch?v=Cut3TvohTyc

http://www.youtube.com/watch?v=5kn94EjQXoo&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=c5qR2JG7ZzI&feature=related

Freak Buttterfly (Poliana Zanini)

*Fonte: O Livro de Ouro do Sexo (Regina Navarro Lins e Flavio Braga);

*Videos: You tube

*Imagens: Google imagens