RSS Feed

Tag Archives: sexo casual

A verdade nua e crua sobre as mulheres e o sexo casual

E mais uma vez decidi abordar tal assunto neste modesto blog que só tenta ajudar as pessoas a encontrar seu lugar nesse mundo louco dos relacionamentos. Algumas coisas que serão ditas podem ser: concordadas, discordadas, ou crucificadas por falsas puritanas e pagam de santa por ai, mas não me importo, falarei mesmo assim.

Ri muito com este comentário e comecei a pensar, não é uma mentira e nem uma verdade completa. O fato é que hoje as mulheres estão mais decididas, mais resolvidas e querem ser cada dia mais independente, inclusive sexual, e sim, o sexo casual passou a ser aceito pelas mulheres que estão cada vez mais adeptas desse estilo de diversão.Dias atrás estava assistindo um episódio dos “Os Normais”, um que o Rui e a Vani dão um tempo no relacionamento, e nesse episódio, há um diálogo que achei muito interessante, o Rui pergunta ao amigo, que não lembro o nome, sobre como estão às mulheres hoje já que ele está fora do mercado há 10 anos, e o amigo lhe responde: “Hoje é só levar pra jantar num italiano que elas dão de sobremesa, mas tem o seguinte, agora elas querem orgasmos de verdade”.

A questão é: fáceis elas não estão, não basta só levar “num italiano” que damos na sobremesa, mas sim queremos ter orgasmos de verdade!

Mas há uma informação que pode ser levada em consideração, muitas de nós viemos de uma sociedade machista e patriarcal, e apesar de todo modernismo, ainda esperamos o que gosto de chamar de ‘Cortejo’.

Sim, ser convidada para um jantar ou uma balada, buscar em casa, se oferecer para pagar a conta… E claro o contexto e enredo do jantar ou balada irá direcionar o final da noite, um pouco de romantismo ou até “amiguismo” não mata nem arranca pedaços. Nós

também somos mais diretas, se queremos ir logo ao ponto, falamos, simples assim. Não há vulgaridade, muito menos estamos nos desvalorizando, é diversão, é prazer, é o dar e receber, enfim, é sexo!

Mesmo que ela conheça o cara na balada já o ritual é o mesmo.

Não pergunte qual suíte ela quer, escolha você, tome esta iniciativa, lembrando que tudo isso pode estar sendo analisado (ou não, depende do calor do momento);No caminho para o motel, não se empolgue tanto, veja as reações dela para tomar suas iniciativas, se você for experto, fará como nós, durante o jantar ou a balada observamos tudo pra ‘sacar’ qual é a do cara. Agora algumas dicas:

  • Já no quarto priorize as vontades e reações dela, não vá com tudo (a não ser que o clima esteja propicio), seus toques, seus beijos irão falar muito de você;
  • O corpo fala, então deixe rolar.

Todas querem:

  • Gozar!
  • Carícias!
  • Beijos quentes!
  • Ouvir que são maravilhosas!
  • Que você pague o motel!

Fique calmo se no final da noite ela soltar a pergunta “vamos nos ver novamente?”, isso quer dizer que ganhou pontos, não é uma mensagem subliminar para “namora comigo”, ela gostou e deseja manter contato, já ouviu o termo P.A., ou seja, “Pau Amigo”? Então, é isso que provavelmente ela o queira novamente. Agora se não ouvir nada além de um vestir a roupa e vamos embora, pode

reanalisar à noite, pois você deve ter errado e algum lugar. Se você acha que nós ainda não podemos lidar com isso, em que parte da evolução você parou?

Algumas outras verdades:

  • Elas contam as amigas;
  • Dão uma espécie de nota para a noite;
  • E por mais que não queiram, podem fingir orgasmo se o sexo estiver muito ruim e não acabar nunca.

Alguns lembretes:

  • O beijo fala muito sobre o sexo oral (isso vale para ambos os sexos).
  • Meninos, não vá com muita cede ao potinho precioso que a moça tem no meio das pernas, delicadeza é TUDO! Uma vez machucadinho, a noite dela acaba! Então seja calminho e se delicie com esse melzinho!

Enfim, alguns irão adorar ler e saber certas coisas, outros criticar, há quem vai concordar ou me crucificar, enfim, qualquer dica é sempre bem vinda, não!?

Desventuras sexuais

Quando seu amigo lhe disser: “Esse cara é gente boa, pode ir enfrente!”, lembre-se, ele é homem, não provou da fruta (ao menos não aquela fruta né, pois vai saber).

Eu tento não ser feminista, nem ao menos parecer, mas é complicado, muito complicado, cada dia que passa, o sexo casual se torna mais perigoso, e não digo do risco de doenças nem algo do gênero, quem ta antenado se previne sempre, mas é que a qualidade sexual vem caindo como uma bomba.

Se arrependimento matasse, eu teria virado múmia!

Garotas, ouçam seus instintos quando ele lhe acionar um alerta de “fuja enquanto é tempo”. Eu não ouvi e tive o pior sexo que poderia ter em toda minha vida. Ir ao motel mais decadente da cidade não foi o problema, agora não ficar excitada, sentir aquele corpo pesar sobre o seu, gemidos, gemidos, falsos gemidos e… Ele sumiu, foi no banheiro. Volta, deita ao seu lado e dorme!

Tédio! Tédio! Tédio! Tentei não dormir, pela primeira vez o filme do canal pornô era interessante, tinha pegada, tapas, o entrosamento parecia real… “vamos!”, quase que desesperada eu dizia…. “só mais cinco minutos”.

Tédio! Tédio! Tédio! Me segurava pra não dormir e pensava “que bosta! Que bosta”, não resisti e repeti, “vamos”… Dessa vez ele aderiu, afinal, eu já tinha pego ele em casa, outra coisa que já acho errada, odeio chegar dirigindo em motel.

Às vezes penso: será que to sendo feminista? Será que estou errada?

Minha cabeça gira, gira e vejo que nada está errado, além da companhia ao lado. A cede em não estar só, às vezes (quase sempre) nós faz optar por péssimas escolhas. Porque me esponho? Porque escrevo? Quem sabe quem ler isso pense duas vezes antes de ir no impulso!

Por isso é bom quando sua amiga ta por dentro de quem é o bonzão na balada, você não cai naquela do amigo de que “ele é um cara legal, vai fundo”!

Errar é humano, espero que ao menos essa que vós escreve tenha aprendido. Eu sinto agora: “devia ter ouvido aquele meu amigo que disse: já vai? Mas ta cedo”, eram vários sinais, só que eu estava bêbada demais pra perceber, nada que um miojo e copos de coca-cola (claro sem contar a transa decadente) pra me fazer acordar as cinco e quarenta na manhã.

Fique atenta aos seus instintos, não beba Stanhegue como se fosse tequila, não ouça seu amigo (do sexo masculino) quando suas intenções são outras e não de seu telefone pra um cara que te “leva” ao motel e só tem cartão de crédito, quando o motel de quinta, obviamente não passa cartão e você tem que pagar a conta e ouvir piadinhas ridículas de “você gastou todo meu dinheiro”, me segurei, quase mordendo a língua pra não dizer: “depois do que rolou ali, você ta é me devendo muito mais!”, mas meu bom senso de menina do papai me fez ficar calada e apertar o volante pra não virá um soco do dito-cujo.

Vivendo e aprendendo… Errando e se… Pensem! Reflitam! Vivam!

F.B.

Sexo no primeiro encontro – Assuma os riscos

casal

Quem nunca se perguntou se transar no primeiro encontro é certo ou errado que atire a primeira pedra!

Bem, acho que não fui apedrejada, então vamos seguir em frente.

Uma noite desta me questionei sobre o seguinte assunto: o que o cara pensa de nós, mulheres, que transam no primeiro encontro.

Sem pensar muito tempo sobre o assunto, decidi perguntou a única pessoa que poderia me responder, o homem que eu dividia a cama no exato momento do meu conflito interno. Certo que nunca dei tanta importância para tais questões, já que não sou de sair por ai “dando” pra qualquer um (ao contrário do que muitos pensam, sou seletiva, chata e não ligo no dia seguinte), mas quando sente que algo a mais poderia rolar entre vocês, uma transa assim poderia estragar algo futuro.

Sem pensar muito ele logo me respondeu o seguinte: “Não tenho nada contra (como se algum homem pudesse ter algo contra uma mulher que está preste a lhe proporcionar prazer), acho que mulheres que fazem isto são decididas do que querem, e se fazem é porque sentiu algo, alguma atração pelo cara (isso é fato, mas há aquelas que fazem por diversão mesmo, mas que são decididas do que querem não!) e me sinto privilegiado por estar ser escolhido (bem, como eu sempre digo: o cara já vai “comer” então pra que continuar mentindo?). E então moça, quando vai escrever sobre isto?”

Claro, agente já havia feito um resumo de nossas vidas antes de estar ali e a esta altura ele também sabia que eu escrevo sobre “comportamento”.

Mas voltando ao caso em questão, o fato é que muitos homens já não se importam mais com isso, este é um tabu antigo que esta sendo rompido, como o sexo casual. Mas para muitas mulheres a pergunta nunca cala: o que ele pensará de mim?

Primeiramente: se esta com vontade, não se iniba, mas assuma os riscos desta aventura, tais como:

  • Ele pode não ligar no dia seguinte, nem na semana, no mês seguinte, talvez você nunca mais nem o veja, são riscos que todas estamos correndo;
  • A culpa, talvez no dia seguinte você se sinta culpada e com arrependimento. Não fique se martirizando você não é a única mulher na terra a cometer estas gafes;
  • Ele pode sim se apaixonar e você perceber que não estava tão afim. Vocês podem não acreditar, mas há homens que realmente se apaixonam depois de uma noite repleta de prazeres que você proporcionou a ele.

Perguntei a alguns homens o que eles pensam da mulher que topa transar no primeiro encontro:

 

  • “Penso nada baby se a vibe ta boa ali porque não transar no primeiro. Uma hora ou outra vai transar, qual a diferença de não transar no primeiro e transar no segundo?” (V.F., 27 anos, São Paulo-SP);

 

  • “Então como diria Einstein tudo é relativo. Dependendo do encontro, da mulher, em geral o tema pra mim não tem nada de mais. Juro! Eu já namorei uma menina por mais de um ano e tivemos transa no primeiro encontro” (P.N. 23 anos, Rio de Janeiro-RJ);

 

  • Não é nada demais, nada demais mesmo. Dar ou não dar.” (P.S., , 44 anos, Rio de Janeiro-RJ);

 

Bem garotas estão são algumas opiniões. Se você sente desejo e não vê nada de errado nisto, vá em frente, mas não faça disto uma brincadeira, todos devem impor limites para qualquer situação, mesmo porque a sociedade ainda é machista e “podre”, é muito fácil julgar nós mulheres por seguirmos nossos instintos, enquanto o macho “comedor” sai ileso dos seus “vacilos”.

Lembre-se: Camisinha sempre! Não caia no conto do vigário de que: “é só com você que ele faz isso”. Cuide da sua saúde em primeiro lugar e divirta-se (com moderação). Como disse um caro amigo: “Você só precisa ser seletiva, senão os palhaços colocam teu nome da pista, o que é a única coisa que incomoda as mulheres.”

Para os homens: como eu já disse uma vez, quem come quieto, como muito mais. Quem se vangloria de suas façanhas sexuais fala demais e pouco tem, ou acaba pendendo o mínimo que lhe resta.

 

Freak Butterfly.

Libertação Feminina

Depois de queimar-mos os sutiãs, de ter direito ao voto e igualdade social, penso, a libertação da mulher se completou por decidir por sua vida sexual.

Fazer ou não fazer sexo casual? Eis a questão. Depois do artigo especifico sobre este assunto, escrevo sobre o sexo casual e as mulheres.

Quem nunca pensou nisto está mentindo. Todas nós nos preocupamos demais com que os outros irão pensar, porém, o mundo muda a cada dia e nós podemos ter o direito de escolha.

Não é errado querer ficar solteira e mesmo assim ter relações sexuais. Assim como eles podem, se os direitos são iguais, nós podemos também.

Porém, antes de sair para curtir a noite pense muito bem se você está realmente preparada pra este tipo de vida. Saiba que para entrar nesta, como disse no artigo anterior, você não pode esperar a ligação no dia seguinte. Outra coisa importante é saber se esta fazendo isto porque simplesmente está afim, ou se esta com carência afetiva.

No caso da carência afetiva, sua situação só irá piorar, depois das transas casuais, pessoas que estão psicologicamente afetadas tendem a ter depressão, por se sentirem usadas.

Então pense bem se você está preparada para não ouvir o telefone tocar no outro dia, e tenha sempre à mão camisinha. Lembre-se, se o rapaz não topar colocar camisinha, use preservativo feminino, e se ele também não topar, então recolha os brinquedinhos e diga a ele que a brincadeira acabou. Em um mundo onde a Aids cresce dia pós dia e as DST são cada vez mais comuns, não podemos marcar bobeira. Então tenha sempre na bolsa camisinhas, nem todo homem é precavido e carrega na carteira.

A coisa mais importante é: pense no seu prazer, se você está afim de uma noite e nada a mais, vá em frente.

Dicas de segurança:

· Vá sempre a motéis, são mais seguros;

· Informe alguém onde está indo e com quem está;

· Descubra o nome, onde trabalha ou algo assim e passe a alguém como forma de segurança;

Prevenir é sempre o melhor remédio!

Use camisinha!

Uma dica: se o cara a fizer usar preservativo feminino, caia fora, isso é crueldade, colocar um saco plástico dentro da sua vagina e esperar em média quatro horas para que ele se assente no seu útero, é uma crueldade gigantesca, hoje há uma diversidade de camisinha ultra-sensível para que ele tenha mais prazer.

Freak Butterfly.

Sexo Casual – Diversão para solteiro


Foi-se o tempo que os solteiros não poderiam se divertir a dois. Com toda esta modernização, tanto os homens quanto as mulheres optaram pelo sexo casual como modo de vida. O maior problema ainda é o preconceito que as mulheres sofrem com julgamentos precipitados, pois, se os homens sempre serão os garanhões, já as mulheres serão “galinhas ou putas”.

Mas temos de mudar nossas idéias e aceitar que as regras sexuais valem tanto para eles, quanto para elas.

Se você sente atração por um cara na balada, porque não chegar junto, tomar iniciativa, e se a noite esquentar, porque não aceitar aquela proposta indecente e tentadora?

Segundo Daniela Mel, 30 anos, apresentadora da rádio Kiss FM de São Paulo: “É legal porque quando você encontra a pessoa com quem tem um caso está sinceramente a fim de estar com ela. É muito mais intenso porque não há tempo para discussões, estratégias e ciumeira. E nem falta tesão, o que às vezes acontece em relações estáveis”, explica ela. “Nada de bancar a santinha e não transar na primeira vez só para ele não achar que você é fácil, por exemplo. Também não vale posar de devassa bem resolvida e assumir o discurso do ‘não me apaixono jamais’. Seja você mesma e só faça o que tiver vontade”, aconselha Dani, que coleciona histórias engraçadas – e trágicas – de casos amorosos bem e mal-sucedidos, publicadas. (Blog da Dani – www.aindabemqueeunaodei.zip.net ).

Algumas mulheres ainda tendem a esperar uma ligação no dia seguinte, porém, eu lhes digo, depois do sexo quente, vá para casa despreocupada e não pense no que ele disse: “Te ligo amanhã!”, às vezes os homens dizem isto por falta do que falar.

Rapazes, se vocês não têm nada de bom, e não pretendem ligar diga apenas: “Adorei a noite!”. Uma coisa que eu acho que a mulheres deveriam fazer é, ser mais esperta! Levantem da cama, se vistam e diga, “eu te ligo!”. Temos de dar sempre um passo à frente deles (não sou feminista, mas sou muito realista).

Há algum tempo, aliais, muito tempo, li em uma revista feminina uma matéria sobre sexo casual e nela haviam cinco depoimentos de mulheres e suas experiências, uma delas diz que a melhor coisa do mundo para ela é o sexo casual, ela não tem com que se preocupar e assim pode curtir sua jovialidade, outra disse que nunca mais o faria, pois prefere ainda ter sentimentos. Nem todas as experiências são bem sucedidas.

Bem como toda relação sexual, o sexo casual também tem regras, vejam quais são elas.

Para eles: Não faça declarações falsas só para levá-la para cama, isto pega mal e você já passou da idade.

Não mostre a ela que está afoito, vá com calma e paciência.

Para elas: Se ele gostou, irá ligar, mas não necessariamente no dia seguinte, então tenha paciência e não fique grudada no telefone e nem corra atrás.

Gentileza e cavalheirismo são fundamentais, veja se ele a trata bem.

Não confunda sexo com amor.

Jamais finja orgasmo. (Além de você não dever nada a ele, é fundamental que os dois tenham prazer).

Se você não quer transar, não aceite o convite dele para ir ao apartamento (casa).

Nunca se apaixone na primeira transa, homens buscam sempre primeiro o sexo. Use-o, ele é seu brinquedinho da noite.

Esteja preparada psicologicamente! Isto é fundamental para começar a se aventurar por ai. Tem de estar ciente das coisas boas ou ruins que podem vir acompanhadas do sexo casual, incluindo sentimentos e a tal ligação. Não espere por ela, e se ele der o número do telefone, não ligue atrás, de tempo ao tempo.

Para ambos: Tenha sempre preservativo na bolsa, carteira, banheiro, mesinha de cabeceira…

É necessário indicar que você quer apenas sexo e não romance.

Preste a atenção com quem você esta saindo, nunca se sabe se você vai encontra um homem/mulher chiclete, ou que encarnará em você.

Mesmo que haja troca de telefones, não crie expectativa.

Se você não busca um compromisso e percebe que ela (e) esta nutrindo sentimentos, suma após o segundo ou terceiro encontro.

O mais útil de todos: USE CAMISINHA SEMPRE!

Freak Butterfly.