RSS Feed

Tag Archives: massagem nos pés

O sexo e o cérebro

Se para muitos homens o sexo é algo visual e para a maioria das mulheres sensorial, para ambos ele é cerebral acima de tudo.

Já foi dito aqui, há algum tempo atrás (acho que já tem um ano) quais eram as principais zonas erógenas, e ontem lendo, percebi porque a maioria dela são onde o sol geralmente não toca.

É como tatuagem, os lugares mais sensíveis e dolorosos geralmente são os que não batem luz, para o toque o prazeroso também. Por ser um local onde a pele não fica exposta e é pouco tocada.

Para as mulheres o lugar que as “liga” ainda é a região do pescoço que começa atrás da orelha até o inicio do ombro, vale lembrar que muitas mulheres não gostam de “línguada” no ouvido, não é sexy, para muitos é “agoniento” mesmo.

Já para os homens há vários lugares que com um simples toque os fazem ligar automaticamente, como a parte interna da coxa em direção ao escroto, e nas costas percorrendo até a lateral da nádega. Outra coisa que atiça o desejo dos homens é quando a mulher o procura, a iniciativa sexual da mulher também o excita.

Uma massagem nos pés também é super erógeno, pois, acredita-se que é nos pés que temos o mapa do nosso corpo e o toque certo pode ativar a circulação entre outras coisas do nosso organismo.

Não se pode haver sexo sem o toque, quando o parceiro está totalmente relaxado, os picos de prazer podem ser maiores, por isso caricias são essenciais. Hoje, com toda a correria, o sexo se tornou uma espace de estresse, uma rapidinha aqui ou ali, tudo bem, mas não podemos deixar isso se tornar uma rotina na relação. Até mesmo uma rapidinha requer preliminares, você não sente a vontade do nada, seu cérebro se prepara, você recorda de algo que gostou, de detalhes do parceiro, ou viu algo que o excitou, um beijo diferente, um toque, então esses sensores lhe prepararam pra tal rapidinha.

Seja como for, o sexo não se baseia apenas na penetração (até porque grande parte das mulheres nem sempre chegam ‘lá’ apenas com isso) e sim em tudo que nos motiva. Vá ao sex shop e compre aquele oleosinho ou mesmo um bom hidratante.

Aproveitando o tema ‘toque’, que lembrá-los de algo muito importante, pois escutei algumas reclamações estes dias sobre ‘a falta de humanidade’, seja com quem for que você está saiba que ela é humana, e deve ser tratado como tal, fantasias a parte, mas até a prostituta mais barata requer respeito, imagine seu parceiro(a)? Até uma relação sadomasoquista o sádico tem respeito pelo masoquista. Então, pense nisso!

Justine: Um coração para dois amores (parte 2)

6ryfor118152-02

Depois de pegar a bolsa com uma troca de roupa e a escova de dente, as duas vão para o apartamento que Marcela passou a morar.

– Está com fome?

Pergunta Marcela enquanto as duas entram no apartamento. Justine ainda não havia ido ali desde que Marcela se mudou.

– Não, mas se tiver algo pra beber eu quero.

– Ok, fica a vontade que eu vou pegar, o que você quer beber?

– Tem vinho? Acho que é mais apropriado a nós duas.

– Claro! – exclama a sorridente Marcela.

Justine olha as coisas e grita da sala para Marcela que está na cozinha.

– FICOU LINDO AMOR! PENA QUE NÃO PUDE VIR TE AJUDAR COM A MUDANÇA!

– TUDO BEM! O GUSTAVO ME AJUDOU.

Então Marcela retorna com duas taças.

– E ao que vamos brindar? – pergunta Marcela.

– Ao nosso amor pequenina!

As duas brindam e depois de um rápido gole se beijam apaixonadamente.

– Quer ver como ficou o quarto? É simples, mas acho que vai gostar.

– Claro meu amor!

O quarto era simples, mas havia ali em todos os cantos a delicadeza de Marcela. Lençóis com perfume de bebê, os usinhos de pelúcia por cima da cama, algumas velas de enfeite sob o criado mudo, no outro um abajur e um porta retrato com uma foto delas junto do Gustavo e do Fabiano em uma noite qualquer que estavam todos juntos.

Justine se senta na cama e pega o porta retrato enquanto da outro gole.

– Que foto linda amor!

– Gostou?

– Sim!

– Olha meu mural, tem várias nossas, inclusive daquela noite que saímos juntas pela primeira vez e nos beijamos.

– Sério? Sim, um cara fotografou e mandou pra mim depois, um dia o encontrei no bar e ele me contou daí eu peguei a foto.

– Caramba, que loucura, me deixa ver – e Justine pula para olhar o mural de Marcela e lá havia uma foto das duas no balcão se beijando como loucas – Uau! Que tal repetirmos?

E Justine a puxou pela cintura e a puxou para si. As duas se beijavam como um casal apaixonado, segurando pelos cabelos uma da outra, esqueciam do mundo.

– Amor, não está cansada? Tire os sapatos e relaxe na cama, vou buscar um creme pra te fazer uma massagem bem gostosa.

– Oba, eu amo massagem nos pés!

Justine tira o salto e relaxa na cama super macia da amiga, com um perfume inigualável, diferente da cama com puro cheiro de sexo do Fabiano. Marcela volta do banheiro só de roupão e com creme de morango com champagner nas mãos.

– Pronta!

– Uau – e Justine assovia – prontíssima!

Marcela se ajoelha na cama aos pés da amada, espalha o creme nas mãos e começa a massagear um pé.

– Nossa! Que mãos de anjo, Má que delicia, eu amo isto, não imagina o quanto!

Marcela sorri e prossegue na massagem. Realmente ela sabia o quanto Justine era louca por ser tocada nos pés, então ela havia se preparada um pouquinho para isto. Ao olhar a face da amada, Marcela pode notar a expressão de prazer que ela se encontra, de olhos fechados, mordendo os lábios e o semblante em exstasy.

– Está gostando?

– Sim, sim! Muito!

Ela espalha mais um pouco de creme nas mãos e segue para o outro pé. Justine demonstra que esta adorando, ela está totalmente relaxada na cama e suspirando.

– Quer que eu massageie seu corpo amor?

– Sim!

Justine de senta na cama e começa a tirar a roupa, Marcela admira o corpo da amada esperando o momento de tocá-la. Então Justine de debruça na cama e Marcela espalha o creme pela costa. Ela sobre e desce as mãos, sente que a amada está totalmente relaxada, em transe, então ela decidi explorar mais abaixo, e começa a acariciar a bundinha deliciosa de Justine que excitada a empina.

– Quer carinho no rabinho amor?

– Sim, sim! Chupa meu rabinho gatinha!

Marcela não resiste e começa a acariciar o rabo de Justine com a língua, ela passa delicadamente no cuzinho da amada e desce até a entrada da bucetinha molhada. Então ela começa a chupar mais e mais, Justine rebola e logo Marcela de deita na cama colocando a buceta molhada de Justine sob sua face. Ela a penetra com a língua e aperta a bunda.

Justine geme como louca, ela adora tudo aquilo. Ela ama sexo oral, o de Marcela mais ainda. O jeito delicado e quente como a língua dela a toca, o local exato que deve ser tocado… É delirante.

– EU TE AMO GATINHA! – grita Justine – TE AMO DEMAIS, DEMAIS, NÃO PARA….. AAAH! – então ela goza, deliciosamente.

Ela encontra os lábios de sua gatinha e a beija sugando a língua para sentir seu próprio gozo. As duas ficam ali, abraçadas, nuas e suadas na cama de lençóis rosa. Sim, elas se amavam, definitivamente se amaram ali. Durante toda noite houve troca de caricias, elas conversaram, riram e Marcela chorou agradecida pela noite só dela. Por ter a presença dela em sua cama, foi como um sonho. Elas se amaram mais uma vez e dormiram agarradinhas com um consolo dentro de ambas bucetinhas molhadas e gozadas.

 

(Por Freak Butterfly)

 

* Todas as imagens são meramente ilustrativas e colhidas no google imagens. Sua imaginação valerá mais do que mil imagens.