RSS Feed

Tag Archives: camisinha

E viva do dia do sexo

É engraçado haver um dia especial para o sexo – pior ainda que eu me atrasei um dia no post do texto -, já que dia do sexo deveria ser todos os dias, não há nada melhor para a saúde física e metal do que esta prática milenar. Melhor ainda se for protegido. É um clichê barato, mas no mundo em que vivemos não se pode confiar nas pessoas, e ninguém anda com os testes de DST atualizados na carteira ou bolsa, sem contar o alto índice de gravidez indesejada.

Bem, realmente sexo com preservativo às vezes pode ser chato, e até incomodo. Você sabia que há pessoas com alergia ao lubrificante ou ao látex? Mas por favor, não vá usar isto como desculpa, é por isso que pesquisei para vocês e achei uma matéria da revista Pró-Teste sobre preservativos. Então vamos aos mitos e realidades dos preservativos:

  • Sim alguns produtos são tóxicos: o látex, o espermicida, o corante, o lubrificante e aromatizante, em alguns casos, em contato com a mucosa pode alterar ou matar células, no caso essa pratica pode causar hipersensibilidade, alterar a flora local, reduzindo a proteção natural da vagina, e em casos extremos pode causar ferimento ou irritação. Para os alérgicos existe as alternativas sem látex, porém, embora nos testes ele demonstrar segurança, o preservativo fabricado pela Unique tem aspecto de saco plástico – as camisinhas femininas também (risos), você pode optar pela Blowtex Premium, segue os mesmos padrões utilizados no mundo, com uma vantagem, custa cerca de  três vezes menos que a Unique;
  • Tamanho não é documento: a pró-teste testou todas as marcas para provar que o tamanho é o mesmo e deve envolver inteiramente o pênis, o que muda é a espessura, o que pode se tornar mais agradável, tipo quanto mais fino mais sensibilidade. Há somente algumas camisinhas especiais com tamanho da largura e comprimento diferentes, mas geralmente, ela tem um tamanho padrão;
  • Apesar de seguro, pode conter furos: apesar de um percentual muito baixo, há possibilidades de haver furos, principalmente se você guardá-las em locais quentes, pois os reagentes como lubrificante entre outros do tipo podem ‘corroer’ o preservativo, o furo pode ser micro, que podem deixar passar bactérias, vírus e esperma.Veja a data de fabricação pois elas vencem, veja a qualidade do látex, pois podem estourar;

Agora vejamos os tipos de preservativo que você pode encontrar por ai:

  • Lubrificadas: facilitam a penetração, lembre-se, se deseja lubrificação extra, opte sempre pelos a base de água;
  • Com espermicida: possuem uma eficácia de 52% contra a gravidez caso fure ou estoure, mas antes de usar, veja se sua parceira não tem alergia ao produto;
  • Diferentes espessuras: não são tamanhos diferentes e sim espessuras, as mais grossas são recomendadas para o sexo anal, porém reduzem a sensibilidade masculina. As mais finas aumentam a sensibilidade, são mais indicadas ao sexo ‘convencional’, se usar para o anal, precisará de lubrificante;
  • Com substâncias estimulantes: são aquelas que prometem retardar a ejaculação, aditivos que aumentam as contrações femininas, entre outras. Estas podem ser mais propensas a causar alergia!

Vejamos agora, de todas as marcas testadas quais se saíram melhor:

  • A melhor do teste foi escolhida no quesito conforto e resistência, além de ser a menos toxica foi a Blowtex Premium que custa em média R$3,39 a R$5,65;
  • A Lovetex Extra Fino foi a escolha certa, mesmo sendo de látex, ela não é toxica e possui um preço muito em conta, que varia de R$1,20 a R$3,49.

Dados técnicos a parte o melhor é se divertir, com proteção e fazer o que a imaginação ordenar. Seja ontem, hoje, ou amanhã, seja o dia do sexo ou não, TODO dia é dia para sexo.

Caso você queira ler a matéria completa, acesse: http://www.proteste.org.br/saude/20110225/preservativos-nao-deixam-furos-Attach_s536011.pdf

E saiba mais em: http://www.proteste.org.br/doencas/camisinhas-conheca-mitos-e-verdades-s536341.htm

*Fonte: Revista Pró-Teste 100, Março de 2011 entre páginas 8 e 12.

 

Sexo não tem idade, proteção também não! – 1º de dezembro dia mundial do combate a AIDS

cfess

Que sexo é gostoso todo mundo sabe, agora o que a maioria se recusa, a saber, ou aceitar é que a AIDS cresce a cada dia e não pertence a um grupo restritivo, hoje a AIDS afetam cada vez mais heterossexuais.

Pesquisa feita descobriu que pessoas com mais de 50 anos estão sendo afetadas, então se lembre: se sexo não tem idade, a proteção também não!

Proteja-se contra esta doença. Proteja quem você ama.

Deixe o preconceito de lado e tenha sempre a mão camisinha, exija que seu parceiro utilize a mesma, ela não é um objeto de decoração da carteira.

Se você é sexualmente ativo, faça periodicamente exames de DST, cuide-se. Sexo é vida, é saúde. Não faça com que seu prazer vire um pesadelo.

Vamos abraçar esta campanha!

Freak Butterfly.

Toda hora é hora!

striptease

Dando continuidade ao artigo de “todo lugar é lugar”, saiba que não há hora para se entregarem aos desejos. Seja a hora que for, um bom sexo é sempre bem vindo.

Se o problema é o relógio então está resolvido, saiba que as rapidinhas podem dar mais prazer do que aqueles atos que levam horas para terminar.

Uma boa pegada, um lugarzinho secreto e em 5 minutos você pode resolver este impasse.

Mas não basta só você estar com tesão, sua parceira também deve estar. Então se o desejo está crescendo e não há como espaçar, trate de começar a provocá-la, troque mensagens de celular ou por msn falando o quando está louco para tê-la e que conta os segundos para estarem juntos, então marque uma escapulida.

Se estiverem em casa sozinhos, para que usar a cama se vocês possuem uma casa inteira para usar? Mesa da cozinha, piá, tapete no chão da sala, sofá, vaso do banheiro, qualquer mesa e qualquer chão poderão fazer o sexo pegar fogo.

Seja manhã, tarde ou noite brinque! Muitas mulheres ficam encabuladas de transar à luz do dia por causa do corpo, celulite, estrias… Chega! Tenha certeza de que seu amor não está nem ai pra isto, o que ele quer mesmo é senti-la, então faça um strip fora de hora, no meio da sala. Sirva-se de jantar na cozinha, ou depois do almoço seja a sobremesa.

O que importa é o prazer que sentem ao estarem juntos. Sexo não foi feito para se fazer só à noite. Ele se encaixa em qualquer hora (contanto que não a faça perder o emprego pelo exagero).

Curtam a vida, sexo é saúde!

Não esqueçam de estar sempre prevenidos, use camisinha!

Freak Butterfly.

Câncer no colo do útero – proteja-se!

Que prevenir é o melhor remédio todos sabemos, e para a mulher a prevenção nunca é demais.

Você sabia que cerca de 500 mil mulheres são afetadas pelo câncer no colo do útero anualmente e infelizmente é responsável pela morte da metade destas mulheres. Felizmente esta doença tem cura, se detectada a tempo, pode ser tratada, o problema é que a maioria das mulheres ainda tem resistência em freqüentar o ginecologista devidamente e realizar o exame preventivo anualmente ou a cada seis meses, isto depende da idade e da vida sexual da mulher.

A resistência se deve por descuido ou até mesmo medo, sim algumas mulheres ainda sentem-se constrangidas com o exame ou medo, mas acalmem-se, o profissional está ali para lhe dar segurança, o exame é rápido, indolor, no maximo realmente podemos nos sentir constrangidas, mas lembrem-se, o médico(a), está acostumado a esta rotina e devemos fazer pelo nosso bem.

O HPV é o vírus responsável pela maior parte dos casos de câncer do colo do útero, e agora surge uma vacina, indicada pela Organização Mundial de Saúde para mulheres. A imunização desta vacina lhe protege contra os principais tipos de HPV oncogênico, mesmo quem já teve contato com algum tipo do vírus, pode se beneficiar.

Existem cerca de 100 tipos de HPV, quatro deles causadores do câncer, são eles HPVs 16, 18, 31 e 45.

A forma de contagio se dá pelo contato direto com a pele, o contato sexual é o maior meio de transmissão do vírus, por isso o preservativo é essencial na vida da mulher, pois ele protege contra os HPV e também contra as DST’s. No caso dos HPV ela não é 100% segura, pois mesmo que a penetração seja feita com preservativo, o contato da pele transmite o vírus.

Este blog vem aqui pedir que as nossas caras leitoras entrem no site: www.eviteocancer.com.br e faça parte da campanha contra o Câncer do Colo do Útero.

Nós mulheres já aprendemos a superar vários problemas e barreiras, agora é a hora de lutar contra mais um deles!

Lembre-se, previna-se antes que seja tarde!

Freak Butterfly.

*Gloria Pires é a garota propaganda desta campanha.

Sexo Grupal – Ménage à trois!

Se você acha que sexo grupal é algum fetiche exclusivamente de homens, está muito enganado, saiba que muitas mulheres também sentem vontades e desejos quando a assunto é este.

Na revista NOVA do mês passado, havia uma matéria interessante sobre swing, uma leitora contando como foi a primeira vez em uma casa de swing, mas hoje falaremos do ménage à trois.

O Ménage é quase um swing, mas ao invés de troca de casais, ele tem a participação de um integrante, somando assim três pessoas como o nome já diz.

Assisti certa vez a um documentário chamado “Girl’s Party”, que é um encontro de vários casais, onde as mulheres irão decidir qual mulher ela quer ter suas aventuras sexuais, intenso não!? Realmente era divertido o programa, tinha uma pitada dramática quando as principiantes refletiam sobre seus tabus, e engraçado como as garotas tomam suas decisões. No fim, era divertido, pena que acabou.

Uma coisa que quero dizer é, este tipo de relação, caba gerando doenças venérias, pois se uma garota pratica sexo oral em outra, pode ser que ela tenha algo e pela junção de secreções passar a doença, por isto, a escolha do terceiro participante é crucial, deve ser sim exigidos exames de DST e o uso de preservativos.

Estes exames devem ser feitos até mesmo por um casal ao menos duas vezes no ano, sem ter vergonha mesmo, peça a seu parceiro que faça os exames, afinal é tua saúde que está em jogo.

O Ménage é segue o mesmo ritmo do swing, podendo ser:

· MMF : Dois homens e uma mulher com bissexualidade masculina;

· FFM : Duas mulheres e um homem com bissexualidade feminina;

· MFM : Dois homens e uma mulher sem bissexualidade;

· FMF : Duas mulheres e um homem sem bissexualidade;

· MMM : Três homens em ato homossexual;

· FFF : Três mulheres em ato homossexual.

O respeito é primordial, e os cuidados então nem se fale.

Respeite os desejos do seu parceiro (a) acima de tudo, as mulheres ainda se sentem inseguras ao praticar Ménage, então dê a idéia e deixe que ela tome iniciativa sobre o assunto, se ela estiver à vontade, o ato flui naturalmente, pois muitas mulheres, sem generalizar, já sentiram curiosidades em tocar, ou ser tocada por outra mulher.

Quanto aos homens, bem, só os bissexuais sentem desejo por outros homens e também casais homossexuais, que lhes garanto, levam muito mais a serio um relacionamento entre dois do que muitos casais heteros.

Há também mulheres que sentem o desejo de transarem com outras para que o parceiro assista. E rapazes, não se sintam inseguros diante disto, se ela o ama, nunca vai trocá-lo por uma mulher, sinta-se seguro para libertá-la aos desejos secretos.


Abra sua mente, pense, reflita, não julgue, se liberte!


Freak Butterfly

Promiscuidade: Safadeza ou Doença?

Promiscuidade está ligada à ninfomania. Hoje em dia é muito comum as pessoas dizerem com orgulho que são ninfomaníacas. Porém, será que estas pessoas sabem o que realmente significa esta palavra?

A pessoa ninfomaníaca apresenta um nível elevado de desejo e fantasias sexuais, passando a um nível compulsivo. Sim, isto é considerado aos psicólogos e psiquiatras como doença, um desvio de personalidade.

A promiscuidade, que tem relação com a ninfomania, não quer dizer que seja, em todos os casos “safadeza”, já que muitas pessoas se entregam a outras por mera busca pelo prazer inalcançável. Claro que para tudo há uma exceção, algumas pessoas buscam sexo por todos os lugares para simplesmente contar vantagem, como se vê no universo masculino muitas vezes (digo e repito, pareço feminista, mas não sou).

Mas ser ninfomaníaco não é a maior maravilha como muitos pensam, pensar em sexo de forma desmedida, não “negar fogo” quando o parceiro (a) procura pode gerar problemas na vida afetiva e até mesmo social do individuo.

Muitos dos ninfomaníacos sofrem de depressão pós-relação, por ver seus impulsos de forma inadequada. Podendo assim prejudicar sua vida diária e afetiva, já que alguns evitam manter um relacionamento estável.

Pode parecer absurdo, mas nem todo mundo tem o mesmo pique sexual, e acabam seus relacionamentos por se sentirem exaustos com o excesso de desejo de seus parceiros.

Realmente, nem tudo é flores. Realmente, ninguém está contente. Enquanto alguns reclamam por falta de “assistência” do parceiro, outros reclamam pelo excesso.

Uma mulher ninfomaníaca apresenta duas atitudes, a primeira é, por não satisfazer seus desejos sexuais, ela busca vários atos seguidos na busca pelo orgasmo; segundo, pode ser uma mulher, que eu diria sortuda, que tem a capacidade de sentir orgasmos múltiplos e por isso busca cada vez mais o ato.

Com tudo isso, muitas pessoas ainda se sentem vazias. E com isto nasceu o DASA – Dependentes de Amor e Sexo Anônimos. Seguindo o estilo do “AA” o DASA segue com doze passos e doze tradições a serem cumpridas.

Se você tem curiosidade ou se você sofre deste distúrbio e sente que está na hora de frear seus impulsos, acesse o site do DASA e se informe, vá a uma reunião e veja se você realmente sofre deste problema.

Lembrando que, sentir desejo todos os dias não é anormal, aliais, não sentir desejo sim não é normal. Mas, a partir do momento em que ele passa a lhe prejudicar na vida, procure ajuda.

O site da DASA é: http://www.slaa.org.br/br/index.htm

Freak Butterfly.


*Imagem: Campanha anti-Aids!

Sexo Casual – Diversão para solteiro


Foi-se o tempo que os solteiros não poderiam se divertir a dois. Com toda esta modernização, tanto os homens quanto as mulheres optaram pelo sexo casual como modo de vida. O maior problema ainda é o preconceito que as mulheres sofrem com julgamentos precipitados, pois, se os homens sempre serão os garanhões, já as mulheres serão “galinhas ou putas”.

Mas temos de mudar nossas idéias e aceitar que as regras sexuais valem tanto para eles, quanto para elas.

Se você sente atração por um cara na balada, porque não chegar junto, tomar iniciativa, e se a noite esquentar, porque não aceitar aquela proposta indecente e tentadora?

Segundo Daniela Mel, 30 anos, apresentadora da rádio Kiss FM de São Paulo: “É legal porque quando você encontra a pessoa com quem tem um caso está sinceramente a fim de estar com ela. É muito mais intenso porque não há tempo para discussões, estratégias e ciumeira. E nem falta tesão, o que às vezes acontece em relações estáveis”, explica ela. “Nada de bancar a santinha e não transar na primeira vez só para ele não achar que você é fácil, por exemplo. Também não vale posar de devassa bem resolvida e assumir o discurso do ‘não me apaixono jamais’. Seja você mesma e só faça o que tiver vontade”, aconselha Dani, que coleciona histórias engraçadas – e trágicas – de casos amorosos bem e mal-sucedidos, publicadas. (Blog da Dani – www.aindabemqueeunaodei.zip.net ).

Algumas mulheres ainda tendem a esperar uma ligação no dia seguinte, porém, eu lhes digo, depois do sexo quente, vá para casa despreocupada e não pense no que ele disse: “Te ligo amanhã!”, às vezes os homens dizem isto por falta do que falar.

Rapazes, se vocês não têm nada de bom, e não pretendem ligar diga apenas: “Adorei a noite!”. Uma coisa que eu acho que a mulheres deveriam fazer é, ser mais esperta! Levantem da cama, se vistam e diga, “eu te ligo!”. Temos de dar sempre um passo à frente deles (não sou feminista, mas sou muito realista).

Há algum tempo, aliais, muito tempo, li em uma revista feminina uma matéria sobre sexo casual e nela haviam cinco depoimentos de mulheres e suas experiências, uma delas diz que a melhor coisa do mundo para ela é o sexo casual, ela não tem com que se preocupar e assim pode curtir sua jovialidade, outra disse que nunca mais o faria, pois prefere ainda ter sentimentos. Nem todas as experiências são bem sucedidas.

Bem como toda relação sexual, o sexo casual também tem regras, vejam quais são elas.

Para eles: Não faça declarações falsas só para levá-la para cama, isto pega mal e você já passou da idade.

Não mostre a ela que está afoito, vá com calma e paciência.

Para elas: Se ele gostou, irá ligar, mas não necessariamente no dia seguinte, então tenha paciência e não fique grudada no telefone e nem corra atrás.

Gentileza e cavalheirismo são fundamentais, veja se ele a trata bem.

Não confunda sexo com amor.

Jamais finja orgasmo. (Além de você não dever nada a ele, é fundamental que os dois tenham prazer).

Se você não quer transar, não aceite o convite dele para ir ao apartamento (casa).

Nunca se apaixone na primeira transa, homens buscam sempre primeiro o sexo. Use-o, ele é seu brinquedinho da noite.

Esteja preparada psicologicamente! Isto é fundamental para começar a se aventurar por ai. Tem de estar ciente das coisas boas ou ruins que podem vir acompanhadas do sexo casual, incluindo sentimentos e a tal ligação. Não espere por ela, e se ele der o número do telefone, não ligue atrás, de tempo ao tempo.

Para ambos: Tenha sempre preservativo na bolsa, carteira, banheiro, mesinha de cabeceira…

É necessário indicar que você quer apenas sexo e não romance.

Preste a atenção com quem você esta saindo, nunca se sabe se você vai encontra um homem/mulher chiclete, ou que encarnará em você.

Mesmo que haja troca de telefones, não crie expectativa.

Se você não busca um compromisso e percebe que ela (e) esta nutrindo sentimentos, suma após o segundo ou terceiro encontro.

O mais útil de todos: USE CAMISINHA SEMPRE!

Freak Butterfly.