RSS Feed

Tag Archives: auto-ajuda

Auto-Flagelo: Pequenos Deslizes

Nada é tão fácil quanto parecer ser, nem eu vir aqui e falar pra cada um de vocês buscar ajuda, pois nem sempre a ajuda virá, ou ao menos não virá de onde esperamos, como a família.

Ser chamada de louca ou ser olhada com desconfiança não era o que eu buscava quando meus pais descobriram deste meu “pequeno” problema, bem, minha mãe ainda é compreensível, mas meu pai gritou aos quatro ventos que eu era louca.

Não é fácil, mas se não temos ajuda, o negócio e nos auto-ajudar, afinal, porque só podemos nos auto-flagelar? Porque não nos auto-ajudar?

Eu achava que estava tudo bem, que eu estava “livre” deste problema, pensava que podia controlar, até que um dia, senti aquele desespero bater, as lagrimas correr e o desejo surgir, me sentia um vulcão prestes a entrar em erupção, eu parei, tentei pensar, queria me controlar, mas como qualquer outro viciado disse a mim mesma: “só um pouquinho não vai fazer mal”, minha maratona começou, procurar algo que fio pra me aliviar.

Revirei o quarto e nada, então fui até a cozinha… Bem, digamos que foi meu dia de sorte, a faca que eu considerava mais afiada estava sem fio, bem, sem muito fio, foram apenas dois risquinhos, então eu me vi naquela cena decadente e desisti, fui pro quarto, chorei mais um pouco e dormi.

Nem sempre vai ser fácil, nem sempre teremos sorte, nem sempre agente vai conseguir manter o controle, mas não custa nada tentar, como sempre digo, que seja sempre por nós! Devemos nos colocar em primeiro lugar, tirar essa idéia de loucos da cabeça, não somos loucos, temos sim problemas, mas nada que não tenha cura ou alívio.

Talvez seja a hora de buscar ajuda espiritual, eu não to falando pra vocês irem à fogueira santa, nem aquela papagaiada que vêem na tv por favor, busque ajuda em Deus, e não em uma instituição que utiliza o nome dele em vão. Eu recomendo tratamento espiritual no centro espírita kardecistas, mas isso vai de cada um.

Tenha força!

 

Acredite em si mesmo!
















Sei que ando meio sumida, mas há uma série de coisas acontecendo, ou não acontecendo e percebi que no final das contas, nada na vida é como você planeja.

Ontem ouvi a pessoa que menos esperava ouvir que eu não tinha capacidade de ser uma fotografa, acho que muitos de vocês aqui sabem o quanto amo fotografia, o fato era, ontem me senti desmotivada a fazer outro curso sobre tal arte.

Hoje, porém, acordei pensativa e disse a mim mesma: acredite em si mesma!

O que quero dizer a vocês queridos leitores é, acreditem em si mesmos, se agente não se achar algo, quem irá achar?

Então se você acreditar, se você desejar, você pode mais. Passe confiança a outras pessoas, não se mostre abalado ou inseguro.

Seja na vida pessoal, profissional, seja no sexo, mostre segurança de que é capaz de executar as coisas.

Pode ser que eu não tenha talento pra ficar por ai fotografando celebridades nem algo do gênero, mas adoro fotos, é minha paixão, assim como escrever, mas sei que um dia eu dou a volta por cima e provo, não para os outros, mas para mim mesma que eu sou!

E o mais importante: Não se deixe abalar pelo que os outros falam, as pessoas sempre tem algo a nos dizer, sejam boas ou ruins, basta você crer no que é melhor pra você e acreditar!

Confie em si!

Freak Butterlfy.