RSS Feed

Dicas para conviver a dois em paz

briga2

Um dos passos mais importantes na vida de uma pessoa é o casamento, ou simplesmente “juntar” as escovas de dentes.

Quando se está amando, mas em casas separadas, há uma serie de coisas que você não sabe sobre o outro, quando juntos, ambos fazem de tudo para agradar e mostrar seu melhor, mas com o passar do tempo, as coisas podem esquentar, e não é na cama.

Tome alguns cuidados para evitar explodir a bomba hormonal dela:

· Não seja egocêntrico: muitas vezes não é você o motivo da irritação dela, a muitas coisas realmente inexplicáveis no universo intimo feminino como a TPM, a insatisfação com o cabelo, ou o peso, coisas pessoais, então não se irrite, isso pode piorar as coisas, fique calmo e pergunte o que está acontecendo, demonstre interesso. Ela se sentirá melhor com sua boa intenção.

· Evite a “TPM”: o que quero falar com isso é, quando ela estiver nervosa, irritada, sensível ou algo do gênero não culpe a TPM, isso faz com que ela sinta que não tem sentimentos verdadeiros, só disfunções hormonais, apenas concorde com ela, por mais absurdo que seja o problema.

· Questione o sexo: o sexo é para a mulher esta conectado ao lado sentimental, muitas ficam tímidas para dizer o que gosta ou não na cama, então elas soltam indiretas ou falam entrelinhas, se notar que você não percebeu nada, vai sentir que não estão conectados, então antes que isso se torne um drama, com direito a lagrimas e tudo, ou até a insatisfação da sua amada, pergunte o que ela gosta, o que gostaria de fazer, peça sugestões, assim ela se sentira mais a vontade e o sexo poderá ser melhor ainda.

· Divisão de tarefas: ela pode até existir, mas no final das contas, muitas vezes a mulher faz tudo sozinha, às vezes ela não quer partilhar as tarefas e sim um auxilio, comece por evitar deixar a toalha molhada na cama, urinar com a tampa do vaso abaixado (por favor, acerte o vaso e não urine por todo ele, incluindo o chão), evitar sua bagunça é um bom começo. Mas naqueles dias de fúria de uma ajudinha a ela, se proponha a fazer o almoço ou jantar.

· Saco de pancadas: em dias de fúria muitas mulheres desejariam ser boxeadoras e sair dando socos por todos os lados. Seja seu saco de pancadas, ouça tudo sem retrucar e de atenção a ela. Se você não for à causa do problema, pra que justificar algo, fique calado, demonstre atenção, pois no final é só isto que ela deseja e claro um cafuné.

· Sexo, doce sexo: não são todos os dias que a mulher fica disposta ao sexo. Uma mulher estressada não pensa em sexo, neste caso ouça seus problemas, isso é a sedução, depois de colo, carinho, quando ela se sentir segura irá se entregar, estudos revelaram que as mulheres ficam menos estressadas após o coito, devido a liberação de hormônios que atuam como calmante.

· Depois do sexo: não seja frio, não saia da cama, não vire para o lado, depois de toda a luta para chegar aos “finalmente” você não quer que tudo recomece com uma nova discussão, 90% das mulheres acham o carinho pós coito essencial, para as mulheres o corpo e os sentimentos estão ligados, então fique com ela mais um pouco, faça alguns carinhos, sugira um banho a dois, de um pouco de atenção, afinal todo mundo adora dormir de “conchinha”.

· Fantasias: a indústria pornográfica é algo fora da realidade sexual, os filmes sempre mostram que a explosão do orgasmo está ligada a movimentos frenéticos e bruscos, ao invés de ter um orgasmo, ela provavelmente irá fingir e por estar insatisfeita, desejará dormir bem longe de você. Então ao invés de querer ser um ator pornô, troque os movimentos frenéticos por movimentos suaves e circulares, concentre-se em fazer pressão nas paredes da vagina e não em ir mais fundo, lembramos que nem sempre as mulheres chegam ao orgasmo através da penetração, então procure saber o que a satisfaz.

Para se conviver a dois, mais do que amantes o casal devem ser amigos. Saber conviver com os defeitos, isso que faz a relação perdurar, também é importante saber ceder, nem sempre ela fará o que você quer e você terá de fazer o que ela quer, o diálogo é importante por isto, ambos tem de entrar em comum acordo. Quando sozinhos cada um tinha suas manias, claro que algumas manias podem prejudicar a relação, mas não fique com implicância.

São pequenos detalhes que poderão mudar a vida a dois e ferver os lençóis, ao invés das brigas.

Se há problemas, converse, isto serve para ele e para ela, não se pode sair descontando seus problemas hormonais no parceiro, você deve manter o controle.

F.B.

*Fonte: Men’s Health – Outubro 2007.

About FreakButterfly

Que fique logo claro: não sou sexóloga (apesar de que gostaria muito), também não sou formada em psicologia, sou Bacharel e Adm. Com habilitação em Marketing e agora Bacharel em Jornalismo. Tenho este blog desde meados de 2008, onde comecei a escrever por mera diversão e distração do tédio e solidão que a cidade onde morava até então me proporcionava. Com o passar dos dias, o blog foi crescendo e a vontade de escrever também. Amo escrever e espero faze-lo bem! Não estou aqui para julgar, descriminar ou fazer apologia a qualquer coisa que seja, escrevo do que gosto para pessoas que gostam do mesmo que eu, e se o ofendi, sinto muito, mas basta fechar a pagina. No mais, volte sempre!

3 responses »

  1. Renata Curtolo

    “Tudo que acontece c meu casamento esta escrito aqui neste texto,maravilhoso”!Adorei muito tudo isto,realmente é verdadeiro nossa não é facil conviver mesmo com uma pessoa…

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: