RSS Feed

Entrevistando: Rufião do Xplastic

foto04

Para começar o ano nada melhor do que conversar com quem realmente entende de “putaria”, hoje vocês irão conhecer Rufião, um dos criadores do site X-plastic que muitos de vocês, sei, já tiveram o prazer de visitar ou mesmo assistir as produções.

Freak Butterlfy: Então Rufião, como e quando surgiu à idéia do site?

Rufião: Em 1998 nós tínhamos uma banda punk chamada “mâpetis” e conversava muito sobre pornografia, ate que decidimos fazer um vídeo… E agora estamos aqui.

Freak Butterlfy: Lembro quando conheci o site, foi no final de 2005, era um site que eu diria trash, me desculpa a descrição, totalmente diferente dos sites com conteúdos altporn, lembro-me da parte em que havia a descrição do site que dizia mais ou menos o seguinte: Que vocês não eram profissionais e sim um grupo de pornógrafos (desculpe se eu estiver engana, em suma lembro mais ou menos disto), e foi o que me prendeu ao site até então. Hoje vocês já são profissionais, mas começaram com filmes caseiros e muito trash. Porque tanta evolução?

Rufião: Somos os mesmos pornógrafos, ainda temos muito para melhorar, mas isso não significa que precisamos editar eternamente usando dois aparelhos de vídeo cassete. Agora nós distribuímos os vídeos num esquema profissional, temos vendas no site, precisamos melhorar o que entregamos para as pessoas que gostam do que fazemos. O que era legal no inicio agora não é mais se for feito da mesma forma. As pessoas esperam evolução.

Freak Butterlfy: Hoje qual o maior objetivo de vocês?

Rufião: Divertir as pessoas, criar coisas que faça as pessoas se divertirem, passar o tempo, dar risada, sentir tesão… Não somos pretensiosos, não queremos, nem vamos mudar o mundo nem nada. Mas podemos fazer alguma coisa que divirta as pessoas. E de prazer também para quem participa, as modelos, os atores, todo mundo que esta em volta. Quem esta envolvido tem que se divertir antes de todo mundo.

Freak Butterlfy: O que é o Xplastic pra você?

Rufião: Um lugar onde nós, e as pessoas que participam, podem mostrar o que pensam e o que gostam sobre sexo e sobre a vida que levam. E os expectadores podem se identificar com o que vêem.

Freak Butterlfy: O que o site busca mostrar na realidade?

Rufião: Pornografia é ficção, buscamos referencia na realidade, mas é sempre ficção. Buscamos situações comuns para a vida que levamos e que nosso publico leva. Mas às vezes temos que fugir totalmente da realidade pra contar um historia qualquer.

Freak Butterlfy: O que você acha da indústria pornográfica no Brasil e das leias que não permitem lançar filmes sado-maso?

Rufião: No Brasil não temos restrições, nos EUA e em outros paises, existem algumas regras estúpidas, mas aqui ainda não tem nada disso.

Freak Butterlfy: Quais os projetos para o futuro?

Rufião: Vamos produzir mais para vender no site, “VOD – Video on Demand” no lugar de DVD físico. A pirataria esta destruindo o mercado de DVD físico. Nós vamos lançar mais vídeos, alguns com mais historia e menos sexo hard, outros mais hard, teremos mais liberdade, pois é menos burocrático colocar um vídeo na net do que fazer um dvd. Esta facilidade é benéfica, da mais chance de errar, e só da pra acertar errando muito.

Freak Butterlfy: Qual o maior prazer que você tem de estar no Xplastic?

Rufião: Receber e-mail de alguém dizendo que gostou de alguma coisa que fizemos.

Freak Butterlfy: Qual foi a maior realização do site?

Rufião: Acho legal participar de festivais dentro e fora do Brasil.

Freak Butterlfy: O que você aprendeu em todo este tempo?

Rufião: Antes de fazer vídeo pornô tinha uma visão de que era tudo uma loucura, sexo em toda parte, drogas, mulheres nuas o tempo todo, dinheiro (risos). E não é nada disso. É mais uma atividade profissional que pode ser gratificante ou não, como trabalhar num banco, ou dar aulas de educação física. Depende das pessoas que estão trabalhando com você. Se as pessoas transforma a gravação num inferno vai ser uma merda pra todos, se tudo for conduzido com calma e respeito é legal pra todo mundo.

Freak Butterlfy: O que você Ruy, acha da ditadura da beleza que cerca as pessoas nos dias atuais?

Rufião: Todos nós somos vítimas. A ditadura da beleza muda à forma como vemos nosso corpo e interfere até na nossa capacidade de sentir prazer. Uma garota que acha que tem o  peito muito grande ou muito pequeno pode anular qualquer prazer que sentiria na região se não pensasse assim. Acho que temos a responsabilidade de mostrar que o corpo é o mesmo, uns com mais ou menos gordura, mas o direito a sentir prazer deve ser o mesmo, é uma violência alguém sentir vergonha do corpo porque aprendeu na TV que bonito ou bonita é quem esta na revista. E todos nós somos vitimas disso.

Freak Butterlfy: tendo em vista que o site é composto por uma variedade de corpos diferenciados. O Xplastic tem um padrão?

Rufião: Tentamos não ter.

Freak Butterlfy: Sei que há muitas pessoas que pensam em trabalhar no meio altporn, o que diria a elas?

Rufião: Se você quer mesmo vai em frente, não desiste, isso vale pra tudo.  E conheça não só os benefícios. Conheça tudo o que tem de ruim no que você quer fazer.

Freak Butterlfy: O que você acha do cenário altporn brasileiro?

Rufião: Iniciante.

Freak Butterlfy: O que você acha das mulheres que assistem filmes pornôs, assumem sua sensualidade e tem a atitude de dizer: “eu também falo de sexo, porra!”?

Rufião: Se for natural, se elas realmente gostam e não fazem só para parecer uma “mulher foda” é legal. Todo mundo tem que se esforçar para ter uma sexualidade plena, mas é difícil por conta de tudo que já falamos aqui, padrões de beleza, tabus, etc etc.

Freak Butterlfy: O que você tem a dizer aos meus leitores e também aos admiradores do Xplastic?

Ruy: Visitem nosso site, e obrigado por estarem com a gente.www.xplastic.net

É isto ai pessoal, que este ano, vocês possam expandir os horizontes (em amplos sentidos), deixem o preconceito de lado e previnam-se!

Freak Butterfly

*foto retirada do X-Lab Fernando Lessa.

About FreakButterfly

Que fique logo claro: não sou sexóloga (apesar de que gostaria muito), também não sou formada em psicologia, sou Bacharel e Adm. Com habilitação em Marketing e agora Bacharel em Jornalismo. Tenho este blog desde meados de 2008, onde comecei a escrever por mera diversão e distração do tédio e solidão que a cidade onde morava até então me proporcionava. Com o passar dos dias, o blog foi crescendo e a vontade de escrever também. Amo escrever e espero faze-lo bem! Não estou aqui para julgar, descriminar ou fazer apologia a qualquer coisa que seja, escrevo do que gosto para pessoas que gostam do mesmo que eu, e se o ofendi, sinto muito, mas basta fechar a pagina. No mais, volte sempre!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: