RSS Feed

Eu não presto, e nem quero!

Livres, leves e soltas, as pessoas que vivem sendo fieis a seus princípios, muitas vezes acabam levando a fama de “ruim”.

Ser-mos nós mesmos tem sempre um preço a se pagar, quem nunca julgou outra pessoa por estar curtindo todas na balada, atire a primeira pedra? Sim, até esta que vós escreveis queridos leitores, porém aprendi a estar do outro lado, do lado de quem quer ser livre.

Este artigo foi inspirado em um sábado na balada, quando reunida com as amigas, todas alegres, dançantes embriagadas, pensei: “Tem tanta gente que nos julga, nos chama disto ou aquilo só porque fazemos e falamos o que queremos, tenho dó destes, eles não são felizes.”

Este pensamento se deu, pois, as pessoas perdem tanto tempo reparando no que as outras fazem que deixam de viver suas vidas.

É tão fácil enxergar os defeitos do vizinho e ignorar os nossos. É tão mais legal falar mal dos outros e ficar na vontade não é? Pois saiba que a muitas pessoas que não estão nem ai para o que o outros pensam delas. Como eu sempre digo, não importa o que você faz ou deixa de fazer, as pessoas irão sempre achar algo ruim para falar de você.

Certa vez ouvi que eu tinha má reputação na cidade. O que é reputação? Isso se compra? Sim, sou uma louca, livre dos preconceitos medíocres e pressões que a sociedade me impõe. Eu falo, depois penso. Eu vivo, porque é vivendo que se morre um pouco mais, então porque não “gastar” o tempo que me resta fazendo tudo o que eu desejo?

Livre arbítrio, Deus lhe deu isso, então o use!

Há uma comunidade no orkut que expressa bem isto que quero lhes falar: “Eu não presto e nem quero!”, onde várias pessoas que não fazem a mínima questão de prestar mesmo. Porque viver em um mondo quadrado se a liberdade é mais bonita?

Ser fiel aos teus princípios vale mais do que mil julgamentos. Se você está bem consigo mesma. Se você gosta da sua vida como ela é? Ligue o “foda-se” e seja totalmente feliz, porque esta sim, a felicidade, não tem preço, e apesar de muitos desejar compra-la, ela não está a venda em nenhum supermercado.

Quer saber quantas pessoas não estão nem ai para o que você acha delas? Veja em: http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=667657

Porque ter atitude nesta vida, não tem preço, só julgamentos medíocres.


Freak Butterfly.

About FreakButterfly

Que fique logo claro: não sou sexóloga (apesar de que gostaria muito), também não sou formada em psicologia, sou Bacharel e Adm. Com habilitação em Marketing e agora Bacharel em Jornalismo. Tenho este blog desde meados de 2008, onde comecei a escrever por mera diversão e distração do tédio e solidão que a cidade onde morava até então me proporcionava. Com o passar dos dias, o blog foi crescendo e a vontade de escrever também. Amo escrever e espero faze-lo bem! Não estou aqui para julgar, descriminar ou fazer apologia a qualquer coisa que seja, escrevo do que gosto para pessoas que gostam do mesmo que eu, e se o ofendi, sinto muito, mas basta fechar a pagina. No mais, volte sempre!

3 responses »

  1. Mocinha, muito foda seu blog, suas idéias, seus contos… Um exemplar de mulher raro… muito bom…

    Responder
  2. Fico agradecida com os elogios!

    Responder
  3. Unhhhhh!…. Muito legal essas suas ideias. Eu adoro sue blog to sempre visitando!… Abraço!

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: