RSS Feed

As magrinhas também sofrem!

Dando continuidade ao que disse anteriormente nos artigos sobre celulite e beleza, por acaso, ao procurar uns livros, achei um pedaço da revista Veja, da qual minha sobrinha despedaçou, não sei de quando ela é, mas há uma matéria bem interessante “Até elas sofrem”. Contando a historia da atriz e top model Mischa que faz a série The O.C., e seus problemas com a danada da celulite.

Viu moças, foi-se o tempo que a celulite era associada ao peso da mulher, definitivamente todas as mulheres tem celulite, isto é fato, o que muda é a forma em que ela está presente.

Há dois graus de celulite, primeiro a “casca de laranja”, áspera e irregular, só é perceptível com a compressão da pele, isto quer dizer, quando sentamos, cruzamos as pernas, ou usamos roupas que apertam, e claro os biquínis e maiôs. O segundo são nódulos duros e furinhos inconvenientemente visíveis à distância.

Se há tratamento? Não, só existem tratamentos para aliviar a aparência e não para desaparecer com a danada, assim como as estrias, que são resultado do efeito sanfona, o maximo que podemos fazer é aliviar para que elas não chamem tanto atenção.

Além da celulites não escolher biótipos ela não escolhe idade.

O que se pode fazer? Há centros de beleza especializados em tratamentos contra celulite, mas saiba que as pílulas, a alimentação e cigarros, ajudam no aparecimento da celulite.

Os tratamentos são os seguintes: drenagem linfática, ultra-som e radiofreqüência (Vale Shape), cremes redutores de celulites eu já usei da Nívea e da Avon, ambos ajudaram muito.

Homens raramente têm celulite, isto porque os hormônios masculinos ajudam a queimar a gordura mais rápido e não deixam que as celulites de multipliquem.

Mas, lembrem-se: vivam, pois todas têm celulites, sejam magras ou gordas, elas estão presentes em qualquer mulher, é isso que nos faz feminina.

Então vamos manter a campanha a favor de nossa beleza, seja ela qual for!

Freak Butterfly.

* Na foto: Daniella Sarahyba pelo site ego.globo.com

About FreakButterfly

Que fique logo claro: não sou sexóloga (apesar de que gostaria muito), também não sou formada em psicologia, sou Bacharel e Adm. Com habilitação em Marketing e agora Bacharel em Jornalismo. Tenho este blog desde meados de 2008, onde comecei a escrever por mera diversão e distração do tédio e solidão que a cidade onde morava até então me proporcionava. Com o passar dos dias, o blog foi crescendo e a vontade de escrever também. Amo escrever e espero faze-lo bem! Não estou aqui para julgar, descriminar ou fazer apologia a qualquer coisa que seja, escrevo do que gosto para pessoas que gostam do mesmo que eu, e se o ofendi, sinto muito, mas basta fechar a pagina. No mais, volte sempre!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: