RSS Feed

Os Mistérios do Ponto C – Parte 2

Desculpem a demora para perseguir com a matéria, mas antes tarde do que nunca.

Hoje vou com mais duas perguntas feitas a Ian Kerner sobre o Ponto C. E são elas:

1 – Ele garante orgasmo mais poderoso?

Resposta: Sim, o clitóris contém cerca de 8 mil terminações nervosas, mais estruturas fibrosas do que qualquer parte do corpo humano (feminino ou masculino) e interage com outros 15 mil nervos que irrigam a pelves. Precisa dizer mais? “A preliminar é o inicio do incêndio. No entanto, é no clitóris que o fogo levanta labaredas, acredite.” Ian conta que ativado, o órgão envia ao cérebro uma mensagem para irrigar a região. “Quando estimulado ao limite, faz as paredes vaginais se contraírem para expulsar parte do sangue. É nessa hora que acontece o orgasmo.”

2 – Ponto G e Ponto C são a mesma coisa?

Resposta: Sim. O ponto G, a raiz do clitóris, integra a mesma rede de prazer, só que se localiza internamente. A boa noticia é que ele pode fazer muuuito por você. Sua namorada fica tão extasiada e agradecida se estimula-lo que não medirá esforços para retribuir o agrado. Como alcança-lo? A melhor posição é a cachorrinho. “Assim, o pênis atinge o ponto G, que fica na parede superior da vagina, a mais ou menos 4 centímetros da entrada.” Indica Ian. Também dá para tocá-lo com a masturbação, penetrando-a com os dedos indicador e médio curvados para cima, como se estivesse chamando alguém, ao mesmo tempo que acaricia o clitóris com a língua. Acredite: ela vai uivar de desejo.*

Sim caros leitores, podem acreditar ela irá uivar, gemer, gritar de tanto prazer, e ficará muito grata por ter proporcionado a ela tamanha experiência que fica muito feliz em lhe retribuir, em numero gênero e grau.

Logo, mais uma parte da entrevista com Ian Kerner feita pela revista NOVA.

Pratiquem!

Freak Butterfly.

About FreakButterfly

Que fique logo claro: não sou sexóloga (apesar de que gostaria muito), também não sou formada em psicologia, sou Bacharel e Adm. Com habilitação em Marketing e agora Bacharel em Jornalismo. Tenho este blog desde meados de 2008, onde comecei a escrever por mera diversão e distração do tédio e solidão que a cidade onde morava até então me proporcionava. Com o passar dos dias, o blog foi crescendo e a vontade de escrever também. Amo escrever e espero faze-lo bem! Não estou aqui para julgar, descriminar ou fazer apologia a qualquer coisa que seja, escrevo do que gosto para pessoas que gostam do mesmo que eu, e se o ofendi, sinto muito, mas basta fechar a pagina. No mais, volte sempre!

One response »

  1. Acho demais aprender tudo, elas merecem o melhor…..

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: