RSS Feed

Relacionamentos – Namoradas problemáticas!

Duas pessoas vieram me perguntar no msn sobre o que eu achava da situação em que estavam vivendo com suas parceiras. As namoradas alegam ter Transtorno de Personalidade Bipolar, e utilizam disto como desculpa para seus atos.

Bem, como sempre digo, nós não devemos julgar ninguém sem saber a realidade, mas o caso de ambos é delicado e envolvem sentimentos, então, vou lhes falar um pouco sobre o que realmente é ser “Bipolar”.

Também conhecido como Transtorno Afetivo Bipolar, não é nenhuma novidade na medicina psiquiátrica, cerca de 400 anos a.c., já se pregava termos como “mania” ou “melancolia” e em 1854, Jules Falret descreveu quadros clínicos de alteração de humor, com mesmos períodos de mania e melancolia, no qual denominou folie circulaire. Depois disto muitos outros estudiosos, modificaram o termo e ampliaram os estudos.

Antes de receber o nome de Transtorno Bipolar, este distúrbio era conhecido como “psicose maníaco-depressivo”, um belo nome que afugentaria todos ao redor de um bipolar.

Este distúrbio não escolhe o sexo, ele afeta igualmente homens e mulheres, no geral a porcentagem de pessoas afetadas é igual ou semelhante a população afetada pela esquizofrenia: 1%. Em alguns estudos a porcentagem de bipolares chega a 10%, mas este numero não é confiável, visto que para se diagnosticar um bipolar é complexo, pois ele se enquadra em demais distúrbios.

Na depressão, podemos apontar as causas e origens do distúrbio, já no Transtorno Bipolar, não se sabe. Então os médicos dividiram em três grandes grupos de fatores, e são eles:

fatores biológicos: incluem as teorias sobre as aminas biogênicas (serotonina e adrenalina) nas quais tais substâncias influenciariam no desenvolvimento do transtorno. A regulação neuro-endócrina alterada seria outro responsável pelos transtornos do humor envolvendo o eixo adrenal, o eixo da tireóide e o eixo do hormônio do crescimento.

– fatores genéticos: familiares de primeiro grau de pessoas com TAB têm um risco de 8 a 18 vezes maior de desenvolverem o transtorno bipolar, segundo algumas pesquisas. Em estudos com gêmeos idênticos, quando um desenvolve TAB a chance de o outro desenvolver o distúrbio também chega a ser de 90%. Tais dados reforçam a grande ancoragem genética que tal transtorno possui.

fatores psicossociais: é tido como certo já que situações de grande estresse ao indivíduo desencadeiam as primeiras crises do TAB; com o passar dos anos as crises começam a vir independentemente da existência de stress ou não. Há uma grande influência da biografia (educação recebida, família, relacionamentos pessoais, etc) no desenvolvimento do transtorno. Como na depressão, nenhum tipo de personalidade foi associado ao transtorno bipolar, ou seja, qualquer tipo de pessoa está susceptível ao distúrbio.*

Bem, diagnostico só um profissional poderá lhes dar, mas depressões acompanhadas de episódios maníacos ou hipo-maniácos, ou se somente apresentar episódios maníaco/hipo-maníacos, já poderá ser considerado um diagnóstico de TAB (Transtorno Afetivo Bipolar).

Vejamos os critérios para um episódio maníaco:

Período distinto de humor expansivo, eufórico, de pelo menos 1 semana, onde se observa pelo menos 3 dos seguintes sinais/sintomas:
1. grandiosidade/auto-estima muito elevada
2. necessidade diminuída por sono
3. muito mais falante que o habitual
4. “os pensamentos/as idéias estão correndo”
5. distração aumentada
6. agitação, inquietação
7. envolvimento excessivo com atividades agradáveis com grande risco de conseqüências dolorosas (gastos excessivos, procura inconseqüente por sexo, etc.)*

Estas alterações normalmente são notadas por terceiros, e podem até prejudicar em relacionamentos, trabalho e família. Esta alteração brusca de humor pode levar alguns bipolares a ataques de auto-flagelo ou tentativa de suicídio. Também há outras situações como, agressividade, compras excessivas, comportamento sexual de risco, entre outros. É como perder o amor a si próprio e descontar em outros e em si mesmo todo o ódio do mundo.

Porém, deve-se notar o grau e a duração destas alterações de humor, visto que a sociedade atualmente anda sobrecarregada e o stress tem aumentado e o ser humano por si só altera seu humor por vários motivos, até mesmo mulheres no período menstrual.

Normalmente os bipolares têm acessos de euforia e em seguida de melancolia. Se você notar isto em si próprio ou em alguém próximo, procure ou recomende que procure ajuda, quanto mais cedo diagnosticado o caso, mais cedo à pessoa começa seu tratamento. Não há “cura”, mas há tratamento, com a evolução da medicina, foi criado o que se chama de estabilizador de humor, dentre eles o lítio, a carbamazepina e o ácido valpróico.

Com isto as crises são controladas com maior facilidade e rapidez, diminuindo o seu tempo de duração. Ainda há médicos que realizam juntamente com acompanhamento de remédios a psicoterapia, mas saiba que só ela não evitará as crises.

Hoje em dia a bipolaridade virou uma modinha, como os emos, ela esta em todos os lugares, mas o caso é que o distúrbio é muito mais serio do que imaginamos, por isto deve se procurar um profissional, fazer os exames, e ele sim, poderá lhe diagnosticar seu caso.

Quanto a usar seu distúrbio como desculpa para seus erros, bem, eu como bipolar, posso lhes dizer, somos egoístas, na grande maioria das vezes, sentimos necessidades de estar sob o controle de determinadas coisas e precisamos nos sentir amados, desejados, não só por nossos namorados e sim por todos. Sim, é como se nos tornássemos totalmente egocêntricos. O que vou lhes dizer não é uma desculpa por possuir a doença, mas sim um fato. Fazemos inconscientemente tais coisas. É nossa forma de agressão, proteção e punição.

Não posso dizer que as namoradas de ambos amigos são bipolares ou não, alguns de seus atos não me apresentaram isto, mas se eles acham, tudo que posso lhes dizer é, ajude-as. Faça-as procurar um psiquiatra, seja amigo dela, e tenha paciência, muita paciência, meu pai não tem, e por isso entro em constantes crises prolongadas.

Para os bipolares, digo, não use seu problema como desculpa para determinadas ações, vocês sabem do que estou falando, nem tudo o que fazemos é culpa da nossa mudança de humor.

Quer saber mais sobre a doença? Busque informações no site:

http://www.bipolar.com/ porém, infelizmente, o site está todo em inglês.

Pense no que lhes disse, bipolar não é para ser uma modinha como a depressão já foi, o distúrbio é sério e deve ser tratado como tal.

Freak Butterfly.

*Fonte: http://www.psiq.med.br/?page_id=6

About FreakButterfly

Que fique logo claro: não sou sexóloga (apesar de que gostaria muito), também não sou formada em psicologia, sou Bacharel e Adm. Com habilitação em Marketing e agora Bacharel em Jornalismo. Tenho este blog desde meados de 2008, onde comecei a escrever por mera diversão e distração do tédio e solidão que a cidade onde morava até então me proporcionava. Com o passar dos dias, o blog foi crescendo e a vontade de escrever também. Amo escrever e espero faze-lo bem! Não estou aqui para julgar, descriminar ou fazer apologia a qualquer coisa que seja, escrevo do que gosto para pessoas que gostam do mesmo que eu, e se o ofendi, sinto muito, mas basta fechar a pagina. No mais, volte sempre!

25 responses »

  1. Depois de ver o aue escrevei, revi-me a mim proprio, principalmente na parte de sermos egocentricos, e precisarmos de mais manifestaçoes de amor de toda a gente, especialmente do ou da namorada que o normal, pois senao parece que somos esquecidos ou desprezados,e eu por exemplo acabo por me convencer que até ja a perdi, e por pouco a perco, por causa das consequentes reacçoes que tenho.

    Para mim quem me dera nao ser assim, e acho incrivel que tenha gente que queira “ser” desta forma, pq eu sofro imenso e vivo com medo de que cada pensamento negativo seja o principio de uma queda no abismo, novamente.

    Responder
  2. VC nem sabe o que é conviver com o medo de nubca ser suficiente o que estamos dando para quem amamos. Sem transtornos tb temos medo de ser abandonados por qualquer coisa. Qualquer motivo pode desencadear uma reaçaõ que não cosneguimos compreender. Dói para todos, quem tem e quem não tem. Vcs são maravilhosos, sedutores, cheios de “amor”, mas de ódio tb. Quando não têm o que querem, são capazer de mágoar, maltratar. A palavra é destrutivos. É possível amar para uma vida, não se pode vciver cobrando o tempo todo por medo do abandono. Não maltratem o amar. Amem!!!!!

    Responder
  3. POR FAVOR, kAOTIK 2003, ESCREVA PARA MIM . PRECISO SABER S EÉ POSSÍVEL ALGUÉM COM ESSE TRANSTORNO TER O NÍVEL DE CONSCIENTIZAÇÃO QUE VC DEMOSNTRA TER. Preciso conpartilhar o que vive para poder não me sentir tão incapaz de amar.

    Responder
  4. Estou deseseperado, estou casado ha 25 anos, mas maltrado minha esposa este tempo todo, agora ela quer me deixar, sou filho de mãe bipolar, faço as coisas horriveis e na hora mesmo me arrependo e não sei porque fiz, eh muito triste e doloroso, não aguento mais tanto sofrimento, vou consultar com um psiquiatra, rezo para melhorar. Obrigado.

    Responder
  5. Sim, estou me relacionando com um bipolar e agora entendo o que isto significa. Nunca, nem em pensamento critique negativamente um bipolar.
    Especialmente se voce significa alguma coisa na vida deste.

    Responder
  6. oi estou me relacionando com uma pessoa bipolar estou perdida naum sei como agir , axo q já to mais confusa do q ele parece estar, gostaria de ajuda se pudesse me passar se hotmail por email e se pudessemos conversar agtradexeria muito.

    bj

    Responder
  7. Meu namorado tem o transtorno e a nossa relação é muito prejudicada por isso. depoimentos como esse fazem com que agente pense em não desistir e deixar de pensar que é caso perdido e que a pessoa só nos faz sofrer. Beijos

    Responder
    • É isso ai Elizabeth!
      Se todos desistissem de seus amores por algum problema que fosse, ninguem estaria namorando ou se relacionando… o mundo é maior do que imaginamos… e todos tem problemas, há os que assumem, e os que negam… e há problemas mais serio e os que da pra conduzir!
      Algumas pessoas tem força… outras nao…
      Fico feliz que vc seja forte pelos dois e o apoie!

      Força menina! E boa sorte pra ele… apesar que ja tem sorte de encontrar alguem como vc! 😉

      Responder
  8. eu namoro uma menina com transtono bipolar eu nao tenho com coragem de deixar ela gosto muito dela e quero ajuda seja longe ou perto pois ela quando esta assim quer me ver longe eu hoje entendo muito o que ela senti eu entro em varios deporimento pra saber a sombrei este problema mais nao encontro a resposta eu sei que vc sao egista mais entendoela fala que quer ser minha amiga agora so que ficamos juntas antes e agora so fico com ela quando ela reamente quer a pessar de ficar varios dias na casa dela so do um tempo quando ela pedi sinto que ela gosta de mim enao quer ficar sem mim me parece que ela nao deixou de mi ama mais tem medo que eu sofra eu nao ligo mais como antigamente cobrava muito por nao enteder ela tem todo meu carinho ate nas horas de crise eu amo de mais essa menina fala pra mim o que eu devo fazer se reamente ela perdeu o amor por mim serra mesmo assim nao vou abandona ela se for isso hoje ele fala que me ama diferente mais eu nao vou suporta se ela ficar com alguem e se apaixona sei que isso pode acontecer mais ela vai se machucar como ja aconteceu desculpa alguma coisa e me responda por favor

    Responder
  9. Meu namorado é bipolar. Fazem 4 meses que a gente está junto.Ele nunca teve uma crise no decorrer desses meses, mas acho que ultimamente ele tem usado seu transtorno para justificar erros. Faz coisas para chamar a atenção quando percebe que ninguém está dando atenção a ele! Está muito complicado lidar com isso, logo porque o fato de eu nunca ter tido ao meu redor uma pessoa assim, pelo menos que eu soubesse, complica, pois não sei se estou agindo corretamente. Eu tento nem sempre vê-lo como um bipolar para não condicionar todas a minhas atitudes em fução da sua doença, mas está complicado distinguir como eu devo tratá-lo.Vi muito dele nesse texto, mesmo assim penso que cada caso é um caso.Eu já fui com ele ao seu psiquiatra para ver se ele volta a tomar os remédios, ele aceitou, mas parece que não está surtindo efeitos.Demora muito tempo para que a pessoa ter os efeitos dele??preciso muito saber disso.Tá com dois dias que ele voltou a tomar, mas não vejo efeito, muito pelo contrário vi foi, no primeiro dia de uso, uma furia que ainda não tinha presenciado no tempo de namoro. Eu amo muito ele, e ele sabe bem disso, sempre tive paciência, mas hoje ele diz muitas coisas que estão me machucando.Preciso saber até que ponto eu devo aceitar isso.A família dele me apoia, acha que sei lidar com a doença, mas o apoio é direcionado mais para eu ficar com ele, não para ele melhorar suas atitudes comigo. Me responda, por favor.Necessito de algum esclarecimento, eu ficando deseperado por não saber como agir.

    Responder
  10. Bom dia a todos,

    Meu caso é o seguinte. A mãe da minha namorada é bipolar, agora estão tentando convencê-la de fazer tratamento, mas ela não o quer. Minha namorada tem horas que é estranha, não confia em mim, é super baixo astral, não gosta dela mesma, não mais o que fazer, tenho medo dela tb ser bipolar.

    Responder
    • A Bipolaridade geralmente é genética, mas isso pode ser somente baixa-auto estima, tente conversar e descobrir qual a insatisfação dela.
      Espero que a mãe dela busque ajuda, não tem nada demais se tratar!

      Responder
  11. Boa noite.
    Encarecidamente, peço que me ajudem.

    Tenho uma namorada da qual gosto muito, acima de ser minha namorada ou não, que sofre do TAB e já apresentou, comigo, todos os 7 sintomas listados, inclusive o último.

    Ela quer terminar comigo sob o pretesto de não gostar tanto de mim quanto eu dela, por fazer determinadas coisas, como busca por prazer indevido, mesmo já sendo diagnosticada por um especialista como portadora do problema e havendo-lhe receitado medicação, da qual não faz uso.

    Atualmente estamos juntos, não mais como namorados, pois ela realmente não sabe se quer ou não e estou mal por isso tudo, porque gosto muito dela e QUERO ajudá-la com isso, apesar de querer muito estar com ela, essencialmente, quero vê-la feliz e decidida do que quer (não que o problema fale por ela, se é que me entende)!

    Por favor, retorne o contato, estou mal com tudo isso e precis(am)o(s) de ajuda.

    Desde já, agradeço muito!!!

    Responder
    • P.S.: Atualmente tento fazê-la esquecer todos os problemas, relacionando-me como em “um dia após o outro”.

      Ela também sofre de depressão.

      Responder
    • Poxa Fabiano, isso é barra, ainda mais quando agente gosta mesmo da pessoa, amigos e pessoas proximas a mim que sofrem do mesmo problema buscam ajuda em encontros, reuniões com pessoas que sofrem do mesmo problema. Mas é dificil, ela tem que SE ajudar, começando por tomar a medicação. Sem isso é dificil seguir sua relação com ela, pois além de você sofrer a fara sofrer de alguma forma, pois imagine você estar ali se dedicando a ela e não poder retribuir, isso doi também.
      Mas a principio ela ja fez o basico, buscar ajuda médica, agora falta ela aceitar o que tem e tomar o medicamento, com isso, as coisas podem começar a fluir. Mas busque encontrar se na sua cidade há essas reuniões. Elas ajudaram pessoas que conheço, mas só o tempo pode dizer. ela tb deve estar sofrendo, sei que nao ajudei muito, mas te desejo boa sorte nessa luta

      Responder
      • Ajudou sim mas, sinceramente, estou pulando fora do barco! Troquei até de celular pra ela não falar mais comigo.

        É difícil estar com alguém que gostava de você até uma semana atrás e agora te trata como mero objeto…

        Já chorei muito hoje, mas sinto que se não fazer isso só vou estar me machucando e machucando ela também pelo motivo que você disse.

        Talvez com as saudades (ou ausência dela) ela saiba discernir o que quer…

        Tá doendo muito, mas a vida é assim.

        Boa sorte com o seu tratamento e muito obrigado pela atenção.

        ^^

      • é Fabiano, quando não nos dão valor, agente em que SE dar o valor!
        Boa sorte, e amores, vem e vão!
        abraços

  12. Desisti de desistir… hehehehe… bem, vejo que isso vai virar uma novela.

    Ao menos consegui convencê-la a reiniciar com afinco o tratamento e vou tentar levá-la ao IPUB, em Botafogo, onde tem um centro de apoio ao bipolar.

    Conseguir isso pra mim já é mais que uma vitória! 🙂

    Responder
  13. Cristina Carneiro de Faria

    NECESSITO DE CONSELHOS
    MEU NOME CRISTINA TENHO 49 ANOS ESTAVA NAMORANDO HÁ 6 ANOS UM SENHOR COM 67 ANOS. NO INICIO DO RELACIONAMENTO PERCEBI QUE SUAS ATITUDES ERAM TOTALMENTE ESTRANHAS, ACHA QUE ERA PELO FATO DE ESTAR RECENTENTEMENTE SEPARADO.ERA GROSSEIRO E TOTALMENTE AMÁVEL,CHEGAMOS ATE TERMINAR. CONVERSANDO COM UMA AMIGA ELA ME FALOU SOBRE BIPOLAR, ENTÃO COMECEI MEUS ESTUDOS A RESPEITO AO AO ASSUNTO. ORA ERA MAU HUMORADO ORA GENTIL E ALEGRE.AS VEZES TORNAVAS SE TOTALMENTE RUDE COM MEU FILHO DE 12 ANOS. NUNCA O CONTRARIAVA NO INICIO ESTAVA PERDIDO INCLUSIVE SEU DESEMPENHO SEXUAL ESTAVA ABALADO CHEGOU ATE CONSULTAR UM MEDICO.DEPOIS COM PACIÊNCIA COMEÇAMOS NOS ACERTA,BEM NO DIA 9 DE AGOSTO ELE TERMINOU COMIGO PELO TELEFONE INFORMANDO QUE NÃO PODERIA CONTINUAR A NOSSA RELAÇÃO ,POIS NÃO DESEJAVA MORAR JUNTO E MUITO MENOS CASAR COMIGO QUE ELE NASCEU PARA SER AMANTE. DEPOIS DE UMA SEMANA SUA COMADRE DISSE QUE ELE ESTARIA SAINDO COM UMA AMANTE DO PASSADO, RELAÇÃO ESTA QUE JÁ NÃO HAVIA DADO CERTO PELO SEU TEMPERAMENTO.FIQUE POSSESSA DISSE TUDO QUE NÃO HAVIA TIDO A ELE EM 6 ANOS DE CONVIVÊNCIA,INCLUSIVE HA 15 DIAS ATRAS ESTIVE COMO SUA COMPANHEIRA NO HOSPITAL PARA RETIRADA DE UM CÂNCER DE PELE.TENTEI LIGAR DUAS VEZES PARA ELE PARA CONVERSAR ,ELE GRITA INFORMANDO QUE NÃO VOLTARA NUNCA MAIS PARA MIM,MINHA FAMÍLIA ESTA CHATEADA DE MAIS INCLUSIVE MINHA MÃE LIGOU PARA ELE APOS PRESENCIAR TODO O MEU SOFRIMENTO.TENTEI FALAR COM ELE POR TELEFONE NOVAMENTE TENTANDO MOSTRAR QUE ELE ESTARIA JOGANDO TODO O NOSSO COMPANHEIRISMO ETC… NO LIXO EM FUNÇÃO DE UMA AVENTURA.NÃO TEM NOÇÃO DA DOENÇA. A ULTIMA VEZES O ENCONTREI NA RUA O CHAMEI ELE SAIU CORRENDO COMO UM MARATONISTA (ELE E PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA),NÃO SEI SE FICOU COM MEDO DE UM ESCÂNDALO OU DE ME ENCARAR.ASSUMO QUE ME EXALTEI FALEI MUITA COISA E MINHA FAMÍLIA NÃO DEVERIA TER SE METIDO MAS ELE FOI COVARDE E MEDROSO ,POIS FREQUENTAVA MINHA CASA E VIAJÁVAMOS JUNTOS SEMPRE.ELE TEM 36 FILHAS MUITO BEM EMPREGAS E INTELIGENTES SENDO QUE DUAS POSSUEM PROBLEMAS DE TOQUE E SÍNDROME DO PANICO.
    NOSSA RELAÇÃO ERA MUITO RESPEITOSA BASEADA EM COMPANHEIRISMO ,O TRATAVA COMO FILHO.EU O AMO MUITO SINTO SUA FALTA ,ELE NÃO ATENDE MINHAS LIGAÇÕES OU OUTRO QUALQUER CONTATO, ME TORNEI SUA INIMIGA NUMERO 1.ELE QUIS AJUDAR MEU FILHO FINANCEIRAMENTE MAS NÃO PERMITIR POIS SEI QUE ELE NÃO ESTA BEM PODENDO USAR ISSO CONTR MIM MAIS TARDE.
    SERÁ QUE ELE VOLTA PARA MIM?,ISSO É UMA FASE OU MAU CARATISMOS?

    Responder
    • Olha querida, realmente muito complicada essa situação.
      Sabe o que penso, que independentemente dele ser ou não bipolar, tem uma coisa que você deveria valorizar mais, e é você!

      Talvez ele seja bipolar, talvez este seja o temperamento dele, a doença que ele teve, a diferença de idade de vocês (que mesmo não sendo muito, ainda pode pesar sim). Há também aquela fase da “meia idade”, ou melhor, crise da meia idade.

      Ele tem 36 filhas??????? entendi certo?

      Menina (pois sim você ainda é uma menina), ele ja vivenciou muitas coisas, talvez esteja na hora de você se valorizar, não vá atras, não o procure, se ele a ama, se tem sentimento, vira atras de você pois sentira saudades. Mostre que você pode viver sem ele e muito bem, que está bem, não demonstre fraqueza, muitos homens odeiam isto.

      Ele deveria sim procurar uma terapeuta, aliais todos devemos, pois é revigorante, faz bem conversar com quem supostamente nos compreende!

      Não ligue, não queira saber dele, doa o que doer, não demonstre, espere pois só o tempo poderá te dizer, mas isso parece ranzismo e não bipolarismo, mas so um medico poderá dizer!

      Boa sorte! beijos

      Responder
  14. Cristina Carneiro de Faria

    NESTA SEGUNDA FEIRA O MEU NAMORADO ME LIGOU PEDINDO PERDÃO PELA ATITUDE,INFORMANDO QUE TEVE ATITUDE DE MAU CARÁTER,E QUE NÃO IRA NECESSITAR ANDAR NA RUA COMO UM PRISIONEIRO.PERGUNTEI COMO IA SEU RELACIONAMENTO DISSE QUE NÃO E COMO PENSO¨, QUE INCLUSIVE FICOU O DOMINGO TODO EM CASA.PERGUNTEI CASO ELA O DEIXE COMO FICARA, DISSE FICAR MAU,ACEITOU CONVERSAR COMIGO SEM GRITOS OU REVOLTA,E DISSE QUE UM DIA PODERÁ VOLTAR PARA MIM.ALEGOU ESTA TRATADO DA FILHA QUE ESTA AFASTADA DO TRABALHO PELA PSIQUIATRIA(BIPOLAR).ELE NÃO TEM 36 FILHAS ,SOMENTE 3.
    MUITO CONFUSO EM SUAS EXPLICAÇÕES. DESEJO-ME FELICIDADE, E QUE DESEJA CONTINUAR AJUDAR MEU FILHO NO QUE FOR PRECISO.
    PERGUNTEI ALGUNS AMIGOS SE CONHECIAM ESTA NOVA NAMORADA, TODOS RESPONDERAM QUE ELE NEM COMENTA SOBRE ELA E SOBRE O TERMINO DO NOSSO RELACIONAMENTO.
    ESSA FASE PASSA,E EMPOLGAÇÃO DE UM SUPOSTO BIPOLAR DE 67 ANOS, ATITUDES APRESENTADA POR UM.(ELE TEM UMA IRRITABILIDADE AOS EXTREMO,OSCILA MAU HUMOR ,TEM BRINCADEIRAS INCONVENIENTES,NUNCA ERRA,ACHA SER O LÍDER,CRITICO AOS EXTREMOS.INCLUSIVE FOI SINDICO DO CONDOMÍNIO ONDE MOUROU E PELO FATO DOS VIZINHO NÃO O VALORIZAREM TOMOU NOJO DOS VIZINHOS E VENDEU O APARTAMENTO, ESTANDO MORANDO HÁ UM ANO DE ALUGUEL.GASTA MUITO DINHEIRO SEM CONTROLE E TERMINOU O NAMORO SEM EXPLICAÇÃO POR UMA MENTIRA SEM COERÊNCIA.
    SERÁ QUE ESTA EM CRISE E MAIS TARDE VAI SE DAR CONTA QUE ESTA DETONANDO TODOS OS BENS CONCRETOS, APARTAMENTO COMPANHEIRA ETC….
    BEIJOS

    Responder
  15. Cristina Carneiro de Faria

    ESQUECI DE COMENTAR ,QUE QUANDO CONTRARIADO FICA TOTALMENTE AGRESSIVO AOS EXTREMOS,SEUS AMIGOS NÃO DESCONFIAM DE NENHUM PROBLEMA,POIS TORNASSE COMPLETAMENTE NORMAL,FALANTE AOS EXTREMOS.FALA MUITO E ADORA CANTAR, INCLUSIVE ESTA FAZENDO PARTE DE UM CORAL .SUAS FILHAS SÓ O PROCURAM PARA REALIZAR QUALQUER FAVOR , PARA NÃO HAVER INTROMISSÃO E CRITICAS E AGRESSIVIDADE DE SUA PARTE.ALEGOU QUE SAIU MUITO MAU DA NOSSA RELAÇÃO .MAS PERCEBI QUE ELE DESEJA INVESTIR NESTE RELACIONAMENTO NOVO ,POIS DORME POUCO E A NOITE MONTA VÁRIOS CASTELOS DE AREIAS.FALA QUE LEVA CEM ANOS MONTANDO UM CASTELO MAS QUE CONSEGUE DERRUBA-LO EM CINCO MINUTOS .NÃO SEI SE DEVO FICAR POR PERTO PARA CONTINUAR AJUDA-LO CASO NECESSITE, OU SE SIGO MINHA VIDA,POIS ACHO QUE ESTE ENTUSIASMO NÃO IRA DEMORAR MUITO.POIS NECESSITAM SER AMADOS E SEGURO, O QUE PARECER ESTA INTERESSADO NA QUALIDADE DE VIDA DELA, QUE E BEM MELHOR DO QUE A DELE(CARRO, PENSÃO,MORA EM COPACABANA ETC…)MANIAS DE GRANDEZA E RIQUEZA.
    TEM PAVOR DE SOLIDÃO, PERCEBO LOGO QUANDO ESTA DEPRIMIDO QUANDO COMEÇA A SE EXERCITAR AOS EXTREMOS
    JÁ CONVERSEI SOBRE O QUE UM BIPOLAR NO PASSADO, NÃO DEU OUVIDO , MAS ESTA SOFRENDO NA PELE COM A FILHA
    BEIJOS

    Responder
  16. Namorados, maridos ou esposas de bipolares geralmente também ficam doentes e são obrigados a passar a tomar remédios, ir a terapeutas e psiquiatras. Tudo por conviverem com doentes mentais. É só fazer uma pesquisa simples na internet para encontrar esses relatos. É isso o que vocês querem para vocês?

    Responder
    • Oscar, cada qual com sua opinião, sou noiva, e até hoje meu noivo não surtou. Seu comentário foi extremamente ofensivo ao usar a palavra “doente mental”…. nós somos normais, e podemos viver normalmente, como todos e não exclusos da sociedade.

      Pessoas preconceituosas como você é que fazem do mundo esse lugar horrível!

      Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: