RSS Feed

Estaríamos entrando no apocalipse?

Nesta segunda-feira, na cidade de Curitiba, um bebê de apenas 8 meses foi jogado do sexto andar de um edifício. E ainda tive de ver a “mãe” da criança dizendo que não sabia si se jogaria primeiro ou jogaria a criança. Antes ela do que a menininha. Agora a julgam de louca. Fria em seu depoimento ela foi, seria depressão pós-parto? Uma enfermeira com atestado de insanidade?

Há pouco tempo atrás tivemos o caso Pedrinho, um menino de 5 anos que morreu no interior de são Paulo, mais precisamente em Ribeirão Preto. Com vários hematomas pelo corpo, testemunhas dizem que a criança vivia machucada, sozinha pelo playground do condomínio e só podia retornar a casa ao anoitecer. Quando lhe perguntavam o que havia provocado àqueles ferimentos, ele dizia ter caído da cama ou machucado na escola. Uma criança solitária é assim que todos viam. Mãe e padrasto com crise conjugal. Então ele morre de embolia pulmonar. Excesso de gordura no sangue que o coração bombeia até os pulmões (me desculpe se coloquei a palavra errada). O advogado da mãe e padrasto diz que a criança sofria de um distúrbio que provocava estes hematomas. Mas, distúrbios psicológicos quebram pulsos e costelas? Se fosse assim, eu estaria na UTI toda quebrada.

Pouco antes, o caso que abalou as estruturas do país, Isabela Nardone, 5 anos foi jogada da janela do edifício que o pai morava, enquanto passava o final de semana. Este houve até espetacularização da mídia (algo que eu detesto, mesmo estudando comunicação social). Dias e mais dias só se ouvia este nome Isabela. Hoje não sabemos o que realmente houve, nem sabemos por que a mídia deu tanta ênfase para o caso desta menina e não para os demais, que foi tão cruel quanto o dela.

Crianças jogadas de prédios ou assassinadas, crianças no Pará abandonadas na Santa Casa e morrendo por falta de lugar e assistência.

Porque então ter filhos? Para aumentar o valor da Bolsa Família?

Tragédias e mais tragédias, é isto que nos rodeia. Há duas semanas presenciei um assalto em plena luz do dia, enfrente ao local que moro e não pude fazer nada a não ser me trancar e ligar para a polícia, mas esta não atendeu. Eu e mais um amigo, que já passamos diversas vezes por isto, demos dinheiro para que a vítima do assalto fosse para casa e tomasse as devidas providências.

Outro dia ao ir para faculdade, escutei: Pega ladrão! O rapaz passou por mim correndo e mais uma vez não pude fazer nada, mas muitos outros foram atrás dele. No mesmo dia, uma garota foi assaltada enfrente a faculdade que estudo.

Aqui eu ando de ônibus, e todas as vezes que saio da faculdade para voltar pra casa, meu coração só se aquieta quando fecho minha porta, pois sei que estou segura ali (ou ao menos é o que eu acho).

Tsunami, terremotos, atentados terroristas e fraudes americanas (sim, eu ainda não creio no atentado de 11 de setembro), o mundo esta em colapso e as pessoas estão perdendo a fé. Eu sei, eu sou uma delas que anda com a fé e crenças abaladas.

Sociólogos e filósofos já previam que um dia a natureza iria se rebelar contra nós, os causadores de sua “morte”.

Plantamos o que colhemos.

Sim é um jargão, e dos mais baratos. Mas ao invés de protestarmos contra a violência, a guerra e caminhar a favor da paz. Nós nos preocupamos com coisas medíocres e ficamos batendo na mesma tecla.

Seria isto o gênese?

Freak Butterfly.

About FreakButterfly

Que fique logo claro: não sou sexóloga (apesar de que gostaria muito), também não sou formada em psicologia, sou Bacharel e Adm. Com habilitação em Marketing e agora Bacharel em Jornalismo. Tenho este blog desde meados de 2008, onde comecei a escrever por mera diversão e distração do tédio e solidão que a cidade onde morava até então me proporcionava. Com o passar dos dias, o blog foi crescendo e a vontade de escrever também. Amo escrever e espero faze-lo bem! Não estou aqui para julgar, descriminar ou fazer apologia a qualquer coisa que seja, escrevo do que gosto para pessoas que gostam do mesmo que eu, e se o ofendi, sinto muito, mas basta fechar a pagina. No mais, volte sempre!

One response »

  1. Olá seu post me inspirou a relatar um trecho do livro que estou lendo…
    Com certeza esse é o motivo dessas coisas que estão acontecendo.
    Eu era uma pessoa que não acreditava nessas coisas, vivia pensando que era tudo mentira , inventado para tentar nos enganar. Agora sei que esta é a única verdade nesse mundo em que vivemos. Segue abaixo o trecho.

    As Escrituras nos dizem que nos dias de Noé houve comportamento sexual desenfreado. Certamente é isso que vemos em nossos dias. Vale lembrar que as vezes em que Deus tem destruído grandes porções da raça humana, o problema sempre se relaciona com pecados do sexo. Assim aconteceu no dilúvio, quando Deus destruiu quase toda a raça humana. Foi a mesma coisa no caso de Sodoma, quando Deus fez chover fogo e enxofre sobre as cidades da planície e elas desapareceram da região sul do Mar Morto. Isso é verdade também em relação aos cananitas, a quem Deus destruiu também por causa da sua imoralidade, e principalmente devido à sua perversão, fazendo que a terra os vomitasse. O que estará Deus pensando de nós hoje?

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: